Internacional | 05-09-2022 17:59

Para se perceber como se projectou e se fez uma cidade no interior do país  

FOTO ILUSTRATIVA – FOTO DR

Exposição reúne 300 obras e documentos sobre a criação de Brasília há 62 anos e pode ser vista a partir de dia 15, em Lisboa

Uma exposição que celebra 62 anos da fundação de Brasília, com 300 obras sobre as ideias e personagens históricas envolvidos na capital brasileira, vai ser inaugurada no dia 15 de Setembro no Museu dos Coches, em Lisboa, anunciou a organização. 

Inserida nas comemorações oficiais do Bicentenário da Independência do Brasil, a exposição já passou por Paris, Berlim, Londres, Roma, entre 12 cidades, e intitula-se “Brasília – Da Utopia à Capital”. 

A mostra, que ficará até no Museu Nacional dos Coches até 30 de Outubro, com entrada livre, celebra os 62 anos da capital brasileira relatando o percurso histórico que levou à criação de uma cidade que espelha o pensamento modernista brasileiro. 

Cerca de 300 obras de arte e documentos, entre eles maquetes de edifícios icónicos projectados pelo arquitecto Oscar Niemeyer, foram reunidos nesta exposição sobre uma cidade concebida como “obra de arte completa”, e referência da nova fase de interiorização do poder público do país, anteriormente concentrado no litoral. A mostra é o resultado de um extenso trabalho de investigação da curadora Danielle Athayde. 

A transferência da capital do Brasil do litoral atlântico para o centro-oeste do seu território, no início da década de 1960, “despertou um sentimento de euforia desenvolvimentista na população brasileira”, recorda a organização num comunicado sobre o contexto histórico da fundação da cidade. 

“Pessoas comuns, movidas pelo desejo de fazer parte do sonho de construção de uma nova cidade, sede do governo, deslocaram-se do conforto das suas famílias e das suas cidades de origem, em especial do nordeste brasileiro, em direcção ao centro oeste”, descreve. 

O local “transformou-se num canteiro de obras de proporções épicas, cujos núcleos de acomodações precárias, sendo um deles a Cidade Livre, que chegou a abrigar mais de 30 mil trabalhadores durante a construção, que durou três anos e 10 meses”, relembra ainda. 

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo