Internacional | 16-01-2023 19:43

Três crianças entre os quarenta mortos já confirmados no bombardeamento de um prédio na Ucrânia

Ucrania

Há 46 pessoas desaparecidas e 75 feridas, informou hoje o Serviço Estatal de Emergências.

O número de mortos num prédio residencial atingido por um míssil, em Dnipro, na Ucrânia, aumentou de 36 para 40, entre os quais três crianças, mantendo-se 46 pessoas desaparecidas e 75 feridas, informou hoje o Serviço Estatal de Emergências.

Este ataque ocorrido no sábado, atribuído às forças russas, é um dos mais graves envolvendo civis desde o início da guerra na Ucrânia, em 24 de Fevereiro do ano passado.

No último balanço, hoje divulgado por fontes do Serviço Estatal de Emergências, 39 pessoas, incluindo seis menores, foram resgatadas nas operações de buscas, outras 98 receberam apoio psicológico, quando os serviços municipais da cidade no sudeste da Ucrânia já tinham removido oito mil toneladas de escombros e 41 veículos danificados.

As autoridades locais decretaram três dias luto, na sequência do ataque, que, segundo o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, destruiu 72 apartamentos e danificou mais de 230, num edifício habitado por cerca de 1100 pessoas.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo