Nacional | 09-01-2023 12:07

Gases dos fogões a gás prejudicam a saúde, especialmente das crianças

Gases dos fogões a gás prejudicam a saúde, especialmente das crianças
foto ilustrativa - foto dr

Os autores do documento defendem aviso aos consumidores sobre os riscos para a saúde, com rótulos nesse sentido

Organizações não-governamentais internacionais alertaram hoje para os impactos na saúde dos portugueses, especialmente nas crianças, de cozinhar com gás, por os fogões violarem frequentemente as normas de poluição atmosférica.

Num relatório com o título “Expondo os impactos desconhecidos na saúde de cozinhar com gás”, as organizações dizem que os fogões a gás violam várias vezes por semana as normas de poluição atmosférica da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da União Europeia (UE), e que essa poluição é responsável por quase 10 mil casos de asma entre crianças portuguesas.

Segundo os dados divulgados no relatório, os números de crianças com asma devido ao gás de cozinha é ainda assim muito menor (percentualmente), do que em países como Espanha, França ou Itália, que têm uma muito maior percentagem de famílias a cozinhar com gás.

Os autores do documento acusam a UE de não estar a usar os poderes legais existentes para proibir os fogões a gás ou pelo menos avisar os consumidores sobre os riscos para a saúde, com rótulos nesse sentido.

Da autoria da CLASP, uma organização internacional, que promove a eficiência energética desde 1999, e da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA), uma aliança de quase uma centena de organizações europeias, o relatório especifica que cozinhar a gás numa cozinha típica dos países do sul da Europa, sem ventilação mecânica, causa poluição por dióxido de azoto (NO2) no interior das casas numa proporção que excede várias vezes por semana as directrizes da qualidade do ar da OMS e as normas de poluição atmosférica da UE.

Testes feitos pela TNO, uma organização dos Países Baixos para a Investigação Científica Aplicada, que contribuiu para o estudo, mostraram que os fogões a gás produzem também monóxido de carbono, partículas, e outros poluentes que podem causar efeitos graves na saúde, especialmente de crianças.

“O número de crianças em Portugal com sintomas de asma que ocorreu nos últimos 12 meses devido à cozinha a gás está estimado em quase 10.000, enquanto 12% dos casos de asma infantil na UE são devidos à cozinha a gás”, indica um comunicado sobre o relatório de hoje.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo