Nacional | 26-05-2023 13:27

Prisão preventiva para o "carteirista mais antigo do país" por vários furtos

Prisão preventiva para o "carteirista mais antigo do país" por vários furtos

Tem 86 anos e já esteve preso várias vezes pelo mesmo tipo de crime

O Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP deteve na terça-feira um homem de 86 anos, que classifica como o “carteirista mais antigo do país”, por suspeita do crime de furto qualificado em transporte público, anunciou hoje a polícia.

Em comunicado, o Cometlis indica que o homem, que classifica como o "carteirista do país", foi detido no âmbito de mandados de detenção emitidos pela Autoridade Judiciária, em colaboração com a 13ª Secção do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP), no âmbito de uma investigação feita pela PSP.

De acordo com a PSP, o homem é suspeito de pelo menos 13 crimes de furto de carteira em autocarros e carreiras turísticas da cidade de Lisboa, em especial o E15 e o E28.

“A actividade criminosa investigada permitiu a este carteirista obter acima dos 5.000 euros entre os meses de Setembro de 2022 e Março de 2023”, segundo a PSP.

O suspeito, que já tinha “um vasto histórico criminal de ilícitos de igual natureza, já tendo cumprido pena de prisão várias vezes pelo mesmo tipo crime”, foi presente a primeiro interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo