O MIRANTE dos Leitores | 13-11-2019 18:00

Os 20Km de Almeirim bloquearam-me o acesso a casa durante três horas

Os 20Km de Almeirim bloquearam-me o acesso a casa durante três horas
O MIRANTE DOS LEITORES

Como morador de Almeirim e contribuinte não posso concordar que seja privado de aceder à minha residência desta forma e durante tanto tempo. De quem é esta falha eu não sei, mas falharam.

No domingo, 27 de Outubro, realizaram-se em Almeirim as provas de atletismo da Associação 20km de Almeirim. Este ano houve percursos alterados e percebi que haveria mais constrangimentos a nível de trânsito mas fiquei descansado depois de ver que no mapa dos percursos tinham sido adicionados diversos “pontos de passagem”. Pontos esses que, na minha leitura, não impediriam qualquer automobilista de circular, embora com um ou outro momento de espera.

No dia das provas necessitei sair de Almeirim bem cedo, quando ainda não tinham fechado as estradas. No regresso, por volta das 09h00 e vindo pela Nacional 118 verifico que a GNR bloqueava, na primeira rotunda, o acesso a quem quisesse seguir até aos semáforos. Parei e, educadamente, perguntei como eu poderia chegar próximo do parque de estacionamento do mercado municipal ou do centro de saúde e a resposta foi que teria de esperar pelo fim da realização das provas pois as estradas já se encontravam fechadas.

Percebi que os vários elementos da GNR não tinham conhecimento da existência de pontos de passagem e a ordem que tinham era que só poderiam abrir as ruas após o fim da prova. Refiro-me principalmente ao ponto de acesso da bomba da Cepsa, este o mais próximo de um parque do centro da cidade. Noutros locais onde estava a GNR recebi sempre a mesma informação. Devido a esta situação estive privado de poder ir para a minha casa durante três horas, tendo o meu filho, ainda criança, comigo.

Como morador de Almeirim e contribuinte não posso concordar que seja privado de aceder à minha residência desta forma e durante tanto tempo. De quem é esta falha eu não sei, mas falharam.

Na minha opinião, em momento algum os vários intervenientes (Associação 20km, câmara e GNR) pensaram naqueles que nada têm a ver com estes eventos mas que residem e contribuem com os seus impostos para que seja possível a existência destas associações! No próximo ano criem ou alterem os percursos para que ninguém fique bloqueado dentro ou fora da cidade mais do que 15 minutos! É o mínimo!

Nelson Adriano

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1433
    21-11-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1433
    21-11-2019
    Capa Vale Tejo