O MIRANTE | 20-11-2020 12:30

“Há projectos de investimento suspensos por fundamentalismos ambientais despropositados”

“Há projectos de investimento suspensos por fundamentalismos ambientais despropositados”
ESPECIAL ANIVERSÁRIO
José Eduardo Carvalho - Presidente da Associação Industrial Portuguesa (AIP)

José Eduardo Carvalho - Presidente da Associação Industrial Portuguesa (AIP).

De um modo geral, a economia costuma ser privilegiada em relação ao ambiente. Há alguma possibilidade de alterar esta situação?

Não me parece que a economia seja privilegiada em relação ao ambiente. O que ocorre é precisamente o contrário. Há projectos de investimento suspensos nesta região por fundamentalismos despropositados e excessivos.

Os países da União Europeia querem reduzir o uso de pesticidas para metade nos próximos 10 anos e ter 25% das terras agrícolas sob produção biológica. O que diria aos decisores políticos se lhe perguntassem a sua opinião?

Se estamos numa economia competitiva a nível global a UE tem de harmonizar as suas políticas e objectivos com outros blocos económicos. Ainda há pouco tempo um grande país, onde vigora um regime totalitário e não democrático, inaugurava, em cada quinze dias, uma central eléctrica a carvão, com poucos comentários desfavoráveis em Portugal.

Fechar a torneira enquanto lava os dentes ou se ensaboa no banho; separar o lixo para reciclagem; circular de carro a baixa velocidade para poluir menos e comprar electrodomésticos que consumam menos energia, mesmo que sejam mais caros, são alguns conselhos para ajudarmos a preservar o planeta. Destes, qual é aquele que não consegue seguir e porquê?

Adoro a natureza e preservo-a e adapto o meu comportamento às preocupações ambientais. Não aceito é a modulação de comportamentos sociais por imposições ideológicas ou pretensamente éticas.

Em que pensa normalmente quando se fala de verde?

O verde está indissociavelmente ligado ao ambiente. Entrou definitivamente nas nossas preocupações sociais e nos hábitos das novas gerações.

Quais são os principais problemas ambientais na sua área de residência e de trabalho?

No trabalho não tenho grandes problemas ambientais. Na área de residência felizmente também não. Mas nos dias em que faço jogging ou BTT no meio de pinheiros ou eucaliptos constato indignado as toneladas de lixo que neles descarregam, sem qualquer tipo de sanção. E não vejo nos ambientalistas fazerem grande alarido sobre isto.

Há algo em que já tenha pensado ou que já tenha implementado na sua empresa que contribua para a defesa do ambiente?

Existe uma consciência ambiental que não necessita de apelo ou reforço de preocupação.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo