O MIRANTE | 20-11-2020 12:30

“Se cada um fizer um pouco pelo ambiente todos juntos conseguimos muito”

“Se cada um fizer um pouco pelo ambiente todos juntos conseguimos muito”
ESPECIAL ANIVERSÁRIO
Elsa Rodrigues, Sócia-Gerente da Prink, Alverca do Ribatejo

Elsa Rodrigues, Sócia-Gerente da Prink, Alverca do Ribatejo.

De que forma a sua empresa contribui para a defesa do ambiente?

Todos os dias fazemos e promovemos a reciclagem de tinteiros e toners… é um meio bastante eficaz de fazermos a nossa parte na defesa do ambiente. Dar uma nova vida aos consumíveis usados reduz o consumo de plástico com o qual são feitas as embalagens que, como é sabido, é derivado de produtos petrolíferos.

Quais são os principais problemas ambientais na sua área de residência e de trabalho?

Não sei se será o problema principal mas acho que as salinas e o sapal que se encontram entre a Póvoa de Santa Iria e Alverca do Ribatejo são habitats naturais que deveriam ser protegidos e não ameaçados por projectos urbanísticos. É um problema que só o bom senso pode resolver…

De um modo geral, a economia é privilegiada em relação ao ambiente. Há alguma possibilidade de alterar esta situação?

Claro que há. Basta, por exemplo, começar por penalizar fortemente as empresas que fazem descargas nos rios ou não compactuar nem permitir negócios ilícitos com madeira queimada, por exemplo.

Os países da União Europeia querem reduzir o uso de pesticidas para metade nos próximos 10 anos e ter 25% das terras agrícolas sob produção biológica. O que diria aos decisores políticos se lhe perguntassem a sua opinião?

Diria que é uma medida tardia, mas que seguramente será um primeiro passo para uma diminuição de produtos tóxicos no solo e nas plantações contribuindo para uma maior segurança alimentar.

Fechar a torneira enquanto lava os dentes ou se ensaboa no banho; separar o lixo para reciclagem; circular de carro a baixa velocidade para poluir menos e comprar electrodomésticos que consumam menos energia, mesmo que sejam mais caros, são alguns conselhos para ajudarmos a preservar o planeta. Destes, qual é aquele que não consegue seguir e porquê?

Vou tentando seguir todos, todos os dias… não de uma forma radical, mas se todos fizermos um pouco todos melhoramos muito!

O que não lhe perguntámos que gostaria de responder?

Para aqueles que consideram que o valor baixo não é motivação suficiente para escolher tinteiros e toners regenerados, relembramos que o processo de regeneração contribui activamente para a poupança e reutilização dos recursos do planeta pois limita o consumo de plástico (derivado de petróleo) que normalmente compõe os invólucros dos tinteiros e toners.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo