O MIRANTE | 18-11-2022 09:23

“É importante para a sociedade dispormos de uma comunicação social forte e inteligente”

“É importante para a sociedade dispormos de uma comunicação social forte e inteligente”
ESPECIAL 35 ANOS DE O MIRANTE
Fernando Paulo Ferreira Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

As potencialidades da estrutura aeronáutica de Alverca para a aviação executiva e militar, e para a manutenção aeronáutica levam-me a acreditar que o país pode – com vantagens - estender o funcionamento do aeroporto da Portela por mais uns anos.

Quais considera terem sido os maiores sucessos dos último 35 anos?

Portugal está radicalmente diferente de há 35 anos, com mais infra-estruturas e melhor qualificação das pessoas. A evolução tecnológica da indústria e dos serviços, mas também da agricultura; e o incremento do turismo de natureza e cultural, entre outros, trouxe mais centralidade à região, que igualmente se modernizou.

E os maiores fracassos?

Não sei se essa é a melhor expressão. Parece-me, contudo, que Portugal ainda não se lançou numa maior dimensão de gestão regional, o que poderia ter trazido maior competitividade ao país. A região de Lisboa e Vale do Tejo tem tudo a ganhar com uma gestão mais integrada e representativa.

Como imagina o futuro da região?

É preciso, cada vez mais, saber aproveitar as oportunidades que se colocam aos territórios, às empresas e às pessoas e por isso, todos temos de ser resilientes e com maior facilidade de adaptação a novos contextos. A educação e a qualificação das organizações e das pessoas é um desafio permanente, para a região e para o país.

Como encara a notícia do interesse de um grupo de investidores privados em fazer um aeroporto em Santarém?

Para mim, as potencialidades da estrutura aeronáutica de Alverca para a aviação executiva e militar, e para a manutenção aeronáutica levam-me a acreditar que o país pode – com vantagens - estender o funcionamento do aeroporto da Portela por mais uns anos. Mas seja qual for o destino final escolhido para o aeroporto internacional de Lisboa, Vila Franca de Xira conseguirá tirar daí proveito.

Quando se perspectiva o futuro costuma olhar-se para o passado. Neste caso do aeroporto vale a pena fazer esse exercício ou é melhor ignorar o que se passou?

As grandes decisões exigem conhecimento, e todas as opções devem estar em cima da mesa. Mas o interesse nacional (e regional) exige também que se decida. A indefinição não é benéfica para ninguém.

Portugal é o país da União Europeia mais dependente dos fundos europeus. Será que já não conseguimos fazer nada sem eles? A questão deve ser outra: ainda há muito a fazer com os fundos comunitários?

A resposta é sim.

Uma significativa parte da população recebe informação seleccionada por algoritmos e difundida automaticamente pelas redes sociais. É o seu caso?

As redes sociais trazem coisas boas e más. Em termos de informação trabalhada e massa crítica esclarecida, as redes sociais atravessam uma fase crítica, tal como a própria comunicação social, que tem de se repensar e apostar claramente na reflexão e na passagem de conhecimento, para além da mera descrição dos factos. E quanto a esta, também garantir isenção e profissionalismo. Continua a ser muito importante para a sociedade dispor de uma comunicação social forte e inteligente.

Qual foi a altura em que se sentiu mais optimista, quer a nível profissional, quer pessoal? Porquê?

Em termos pessoais, os primeiros anos após a licenciatura, que coincidiram com a constituição da família e o nascimento dos filhos. Em termos profissionais sou optimista por natureza, e por força das funções que exerço o momento é agora.

O que gostaria de acrescentar?

Desejo, nos 35 anos de O MIRANTE, muitas felicidades para o trabalho e para a vida pessoal dos seus jornalistas, porque têm de ser cada vez mais resilientes, num mundo em constante mutação e cada vez mais dinâmico. Longa vida a O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1588
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo