O MIRANTE TV | 08-01-2023

O fado e o fandango no centenário de Sebastião Mateus Arenque

No ano em que o poeta e etnógrafo completaria 100 anos Azambuja e o Ribatejo juntaram-se para assinalar a data.

Foi há 100 anos que Azambuja viu nascer o etnógrafo, poeta de coração, homem da cultura e caçador de tradições. Apaixonado pelas suas raízes Sebastião Mateus Arenque deixou um vasto trabalho literário e museológico, fundou e impulsionou vários dos grupos e ranchos folclóricos que ainda hoje exibem com orgulho os passos do fandango ribatejano.

No ano do centenário, o Grupo Tradicional os Casaleiros lembrou o “Mestre” e fundador, numa iniciativa que juntou no sábado, 7 de Janeiro, o fandango e o fado em Casais dos Britos.

Um dos primeiros a receber a medalha de honra da Câmara de Azambuja, que deu o seu nome ao museu municipal, Sebastião Arenque foi considerado um exemplo nacional de envelhecimento activo, aos 89 anos. Faleceu aos 97 em Junho de 2019. Eterno vulto da cultura ribatejana eternizado pelo poema Fandango Ribatejano declamado, no centenário, por um dos seus filhos, Lourenço Mota.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo