O MIRANTE TV | 25-04-2023

Comemorações do 25 de Abril com críticas ao estado a que isto chegou

Os discursos mais incisivos pertenceram ao presidente da Assembleia Municipal de Santarém, Joaquim Neto (PS), e ao presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD).

A cerimónia oficial das comemorações do 25 de Abril em Santarém ficou marcada por duras críticas ao estado do país, 49 anos depois de um golpe militar que teve Salgueiro Maia como um dos rostos icónicos, ter derrubado a ditadura e aberto caminho à democracia.

Dos cinco discursos, os mais incisivos pertenceram ao presidente da Assembleia Municipal de Santarém, Joaquim Neto, e ao presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves. Ambos consideraram que a classe política defraudou as expectativas e que Portugal, hoje como há meio século, permanece um país pobre e a necessitar de reformas estruturais.

O socialista Joaquim Neto pediu aos políticos “mais seriedade e dedicação à causa pública”, apontando a corrupção e a falta de transparência como cancros que minam a democracia e abrem caminho a extremismos e populismos. Já o social-democrata Ricardo Gonçalves reconheceu que Portugal está mais desenvolvido que há 49 anos, mas longe do pelotão da frente da União Europeia, considerando que “falta coragem para fazer reformas estruturais e falta de vontade política para mudar o estado a que isto chegou”.

Discursaram ainda Sónia Vieira, em nome da comissão popular para as comemorações do 25 de Abril, o coronel Maia Loureiro, em representação da Associação Salgueiro Maia, e o coronel Correia Bernardo, em representação da Associação 25 de Abril. Sónia Vieira leu uma carta escrita pelo actor Carlos Oliveira ‘Chona’, já falecido, dedicada a Salgueiro Maia, com episódios da vida pessoal do capitão de Abril que emocionaram o muito público presente no Jardim dos Cravos e arrancaram sorrisos a Natércia Maia, viúva de Salgueiro Maia.

A sessão contou ainda com a participação das bandas filarmónicas do concelho, provenientes de Alcanede, Gançaria e Xartinho, que interpretaram a emblemática ‘Grândola Vila Morena’, e de uma representação do Exército, bem como de muitos autarcas e ex-camaradas de armas de Salgueiro Maia na Escola Prática de Cavalaria de Santarém.

Reportagem mais detalhada na edição semanal de O MIRANTE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1668
    12-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo