Opinião | 21-11-2022 18:00

O coração do Ribatejo precisa de um by-pass e uma história de amor com presente feliz

Emails do outro mundo

Destemido Manuel Serra d’Aire

Destemido Manuel Serra d’Aire
Não há município que se preze que não tenha um slogan publicitário associado, como Capital do Cavalo, Capital do Vinho, Capital da Sopa da Pedra, Capital do Gótico e por aí fora. A Chamusca poderia apropriadamente intitular-se Capital do Lixo, mas obviamente esse é uma daqueles títulos que ninguém tem orgulho em ostentar. Como tal o município escolheu a designação “Chamusca – o coração do Ribatejo”, assumindo-se como o motor que faz pulsar a região. Só que a realidade é bem diferente. Se a Chamusca fosse o coração do Ribatejo esta região estaria com graves problemas cardíacos, a estrebuchar ou, provavelmente, já ligada à máquina, tal é a anemia que vai por aquelas paragens.
O ex-presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, cometeu a façanha de perder para o PSD o município do Cartaxo, que sempre foi socialista, nas autárquicas de Setembro de 2021. Mas felizmente não caiu no desemprego porque o seu camarada António Costa logo tratou de o nomear assessor do Gabinete do Primeiro-Ministro mês e meio depois. Ou seja, o homem mal teve tempo de arrumar os papéis na câmara e já estava em São Bento a ajudar o timoneiro do Governo a levar esta nau chamada Portugal a bom porto.
A assessoria de Pedro Magalhães Ribeiro na navegação governativa socialista deve ter sido tão preciosa que, passado meio ano de serviço, no fim de Março de 2022, o ex-autarca já estava a receber um louvor público pelo exercício das funções de assessor do Gabinete do Primeiro-Ministro do XXII Governo Constitucional, que então expirava. No Diário da República onde foi publicada tal honraria, que mão amiga teve a amabilidade de me fazer chegar, exalta-se o “sentido de serviço público” de Pedro Ribeiro, e também “a lealdade, competência e elevado empenho revelados no exercício das funções que lhe foram confiadas”.
Quem não gostaria de ter um patrão assim, que tais elogios debita e que paga bem e a horas? E quem não gostaria de ter assessores assim, tão zelosos e competentes? É por isso que a relação só podia dar certo e um par de meses depois dessa declaração já o ex-autarca do Cartaxo estava novamente no gabinete de António Costa como assessor. Perante esta contagiante história de amor, apetece-me roubar e adaptar uma linha de Os Lusíadas, para proclamar com regozijo: “Ditosa Pátria que tais filhos tem!”.
Para terminar: uma professora que dá aulas na Marinha Grande foi multada em 540 euros pelo tribunal por ter puxado as orelhas a dois alunos. A docente vai ter ainda de pagar 300 euros a cada uma das crianças, a título de compensação. Li e reli e fiquei a matutar se não irei ainda a tempo de pedir uma indemnização ao Estado pelas reguadas e puxões de orelhas que levei na escola primária. Eu e milhares de gaiatos e gaiatas... É que a malta anda mal de finanças e as denúncias de abusos já com barbas estão na moda. Talvez não seja má ideia mandar o barro à parede. Pode ser que pegue...
Aceita um louvor do
Serafim das Neves

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1589
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo