Opinião | 12-01-2023 09:51

A ver quem tira mais carne do osso

O que se passa na CP e na TAP é uma vergonha para o país de Abril. O PS de António Costa perdeu o rumo. Notas de um diário que actualiza a notícia do reforço nos supermercados dos alarmes nas latas de conserva.

“Supermercados estão a colocar alarmes em produtos alimentares básicos como latas de atum ou garrafas de azeite. Os furtos estão a aumentar; são roubos de pessoas que já não conseguem sobreviver só com o seu salário e pensão”. A notícia está espalhada na maioria dos jornais e foi publicada em meados de Outubro de 2022. Ainda em Outubro, a autora de “Misericórdia”, Lídia Jorge, em entrevista ao Expresso admite que em Portugal se prende as pessoas que roubam uma lata de atum mas os banqueiros e os empresários corruptos não vão para a cadeia nem são tratados como ladrões. Quem fala assim não é gaga.


A saída de Pedro Nuno Santos do Governo de António Costa e a entrada de João Galamba para o seu lugar deixou um travo amargo naqueles que pensavam que António Costa ia, finalmente, dar um murro na mesa e virar do avesso a política lobista do PS e da maioria dos ministros deste Governo. A pergunta que todos fazem tem lógica: “João Galamba vai governar ouvindo a voz do agora deputado e ex-ministro Pedro Nuno Santos ou segundo critérios políticos do primeiro-ministro e líder socialista António Costa? Quem conhece o percurso político de João Galamba diz que não tem dúvidas. Veremos se António Costa tem a autoridade que todos julgamos que ainda tem no Governo e no meio dos camaradas desavindos a ver quem tira mais carne do osso.


Neste último fim-de-semana pus a leitura em dia e reparei que vários jornais deram largo espaço ao facto de José Sócrates ter sido convidado para a tomada de posse de Lula da Silva. Quem é que não sabe que alguns dos crimes de que Sócrates foi, ou ainda está, acusado tiveram o contributo de Lula da Silva que era presidente de um país onde o escrutínio da Justiça é o que se sabe? Tudo indica que José Sócrates vai passar mais um ano a correr na praia, a viajar e quem sabe a trabalhar em futuros livros, quem sabe de memórias, embora como autor de livros tenha uma história que o deveria envergonhar.


Das análises que li sobre a realidade das empresas públicas não há dúvida que a TAP e a CP estão ao nível daquilo que é a maior pouca vergonha dos lóbis económicos nos governos do Partido Socialista. António Costa desfez uma decisão de privatização da TAP que tem sido ruinosa para o país. A CP tem uma protecção do Governo que faz dela um ninho de víboras, que se dá ao luxo de marcar greves sucessivas em vésperas de feriados e fins-de-semana prolongados, prejudicando os utentes que pagam pela medida grossa o desvario dos nossos governantes. Quem continua a dizer que não há espaço para a concorrência neste sector em Portugal, só pode estar a chamar estúpidos aos portugueses, principalmente aqueles que utilizam diariamente os caminhos-de-ferro.


Tinha uma viagem programada à Rússia, para finalmente visitar Moscovo e São Petersburgo e o seu Hermitage, mas Putin, o espião feito Imperador, deitou por terra as minhas pretensões. Como eu, imagino que estão milhões de viajantes que só conhecem a terra de Tchekhov, Tolstói, Boris Pasternak, Nabokov e Dostoievsky, pela leitura dos seus livros. Quando penso no horror da guerra, naquilo porque passam os envolvidos neste confronto, principalmente os ucranianos que são as vítimas das armas de guerra dos russos, não tenho vontade de me lastimar por não poder assistir finalmente a um bailado no Teatro Bolshoi, mas sim o desejo de manifestar descontentamento por viver numa Europa que se deixou aprisionar pelos interesses económicos de um país que, politicamente, só podia ter seguido os exemplos da liderança política de um grande homem chamado Mikhail Gorbachev. JAE.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo