Política | 14-09-2019 10:00

Nós, Cidadãos congratula-se com decisão que admite lista por Santarém

Tribunal Constitucional entende que o partido não violou a Lei da Paridade.

O Nós, Cidadãos! congratulou-se com a decisão do Tribunal Constitucional, que deu razão ao partido na contestação à exclusão da sua lista pelo círculo eleitoral de Santarém pelo tribunal da cidade por alegada violação da Lei da Paridade.

O acórdão do Tribunal Constitucional, datado de quinta-feira, 12 de Setembro, conclui que o partido cumpre “o requisito de intercalação fixado no nº 2 do artigo 2.º da Lei da Paridade e, consequentemente, o limite mínimo de representação de cada sexo estabelecido no respectivo nº 1”, revogando a decisão do Tribunal de Santarém, afirma a cabeça de lista do Nós, Cidadãos por Santarém, Cristina Barradas, em comunicado.

“O diferendo que opunha as partes passava pela diferente interpretação da Lei da Paridade quanto à sua aplicação no total da lista de candidatos (efectivos e suplentes) considerada pelo Nós, Cidadãos! como uma Lista Única, onde garantia cumprir integralmente as normas”, afirma.

A juíza que analisou a conformidade das candidaturas entregues no Tribunal de Santarém “entendeu separar os candidatos efectivos dos suplentes e considerar a existência de duas listas (lista de efectivos e lista de suplentes) querendo aplicar a Lei da Paridade, separadamente, a cada uma das alegadas listas e rejeitando com esse fundamento a Lista do Nós, Cidadãos! a Santarém”, acrescenta.

A candidata declara que a decisão do Tribunal Constitucional dá à sua candidatura “uma motivação adicional” na campanha para as eleições legislativas de 6 de Outubro, nas quais são eleitos nove deputados pelo distrito de Santarém.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Médio Tejo