Política | 30-10-2020 13:34

Comunistas criticam Governo por esquecer projectos estruturantes para a região

Organização regional de Santarém manifestou o seu “profundo repúdio” pela versão do Plano Nacional de Investimentos recentemente apresentada.

A Direcção da Organização Regional de Santarém (DORSA) do PCP tornou público o seu “profundo repúdio” pela não inclusão no Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030 de obras que considera “absolutamente estruturais e urgentes” para o distrito de Santarém.

Em causa estão “obras anteriormente previstas”, de que são exemplo a conclusão do IC3 (entre Atalaia e Almeirim), a construção de novas travessias do Tejo na Chamusca e Constância, a nova travessia do Vale do Sorraia em Coruche, ou a modernização da Linha ferroviária do Norte entre Vale de Santarém e Entroncamento com a variante em Santarém e a modernização da Estação do Entroncamento.

“Para o PCP, estas são algumas das reivindicações das populações do distrito de Santarém de há muito tempo, que podem e devem ser inscritas como objectivo de investimento por parte do governo e que têm constado nos programas eleitorais da CDU”, afirmam os comunistas em comunicado, onde garantem que o partido “continuará a bater-se pela construção destas infraestruturas” e vai avançar já com uma iniciativa parlamentar nesse sentido.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo