Política | 03-03-2021 13:16

Maria João Gomez deixa a Câmara de Alcanena

Maria João Gomez deixa a Câmara de Alcanena

Vice-presidente do município invocou razões pessoais

Maria João Gomez renunciou ao mandato na Câmara de Alcanena, onde era vice-presidente, invocando motivos pessoais. A notícia foi confirmada a O MIRANTE pela presidente da autarquia, Fernanda Asseiceira, que afirma ter recebido a informação há cerca de uma semana, tendo sido oficializada na segunda-feira, 1 de Março.

A autarca preferiu não comentar as razões que levaram à renúncia de Maria João Gomez, o seu braço-direito desde que recuperou a autarquia para o Partido Socialista (PS) em 2009, retirando o poder aos independentes do ICA (Independentes pelo Concelho de Alcanena).

Em Setembro do ano passado, os socialistas surpreenderam ao relegarem-na para segundo plano na candidatura às próximas eleições autárquicas, escolhendo para encabeçar a lista o seu colega de vereação Hugo Santarém. Recorde-se que Fernanda Asseiceira não pode recandidatar-se devido à lei de limitação de mandatos.

Actualmente a autarca tinha sob sua alçada os pelouros do Desenvolvimento Humano e Social (Associativismo Local, Cultura, Educação e Qualificação) e do Turismo e Valorização do Património (Gestão de Equipamentos Culturais e Prestação de Serviços Culturais). As funções vão passar a ser assumidas por Fernanda Asseiceira.

Maria João Gomez é professora, licenciada em Engenharia Química e Bioquímica e com Formação Especializada em Administração Escolar pela Universidade de Coimbra.

Antes de iniciar a vida autárquica foi vice-presidente do conselho executivo do Agrupamento D. Manuel I, representante dos encarregados de educação em várias escolas do concelho de Alcanena, e membro fundador da Associação de Pais do Concelho De Alcanena.

Mais Notícias

    A carregar...