Política | 31-03-2021 15:00

CDU de Santarém alerta para problemas nas passagens de nível

CDU de Santarém alerta para problemas nas passagens de nível
SOCIEDADE

Bancada na assembleia municipal sublinha necessidade de investimento na ferrovia no concelho

Os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Santarém realizaram no dia 27 de Março uma acção de rua nas passagens de nível de Vale de Santarém, Peso, Assacaias e Vale de Figueira, que visou sublinhar a necessidade da resolução dos problemas de segurança existentes. Uma das paragens foi na passagem de nível do Peso, encerrada há quase um anos após dois acidentes mortais, e para a qual tarda a ser encontrada uma solução alternativa.

Para os autarcas da CDU, essa travessia não parece ser o local ideal para uma passagem de nível, pelos riscos associados à reduzida visibilidade e à estreiteza das vias de acesso, que dificultam a manobra a veículos pesados como os que estiveram envolvidos nos dois acidentes fatais.

Os deputados municipais André Arraia Gomes e Leonor Fonseca (do PCP) e Francisco Madeira Lopes (de “Os Verdes”) consideram que a passagem de nível do Vale de Santarém apresenta uma visibilidade reduzida, com a agravante do acesso ser feito, por parte de quem vem do campo e do concelho do Cartaxo, por uma antiga ponte que tem uma proibição de circulação de veículos com mais de 10 toneladas. Restrição que, segundo a população, não é cumprida, sobretudo na época da colheita do tomate, o que põe em risco a própria ponte. Por isso, defendem a criação de uma passagem alternativa desnivelada ou uma eventual alteração do traçado ferroviário.

Também a passagem de nível das Assacaias apresenta visibilidade reduzida e é estreita. Os autarcas lembram que há muito que a população de Alcanhões exige a construção de uma via rodoviária alternativa, entre as Assacaias e a Ribeira de Santarém, que não atravesse a Linha do Norte. Um projecto que a Infraestruituras de Portugal já se comprometeu a concretizar.

Em Vale de Figueira, a passagem de nível tem boa visibilidade, existindo também um projecto para a construção de uma passagem desnivelada.

Em resultado deste périplo, a bancada da CDU na assembleia municipal pediu ao executivo camarário o envio dos projectos relativos a passagens de nível existentes no concelho. Os eleitos dizem ainda que falar de ferrovia no concelho é indissociável da questão do desvio da Linha do Norte, que consideram fundamental e resolveria de uma assentada os problemas das passagens de nível.

Mais Notícias

    A carregar...