Política | 02-04-2021 07:00

Linha do Norte aquece luta política em Santarém

Linha do Norte aquece luta política em Santarém
POLÍTICA

PSD acusa PS de atacar os interesses de Santarém, por não defender variante ferroviária à cidade. Socialistas querem modernização da ferrovia e extensão do passe suburbano até ao Entroncamento.

PSD e PSD envolveram-se numa disputa de comunicados para tentarem retirar dividendos políticos de uma questão há muito falada e que tarda em ser resolvida: a modernização da Linha do Norte entre Santarém e o Entroncamento. A concelhia de Santarém do PSD acusa o PS de ter sido o único grupo parlamentar com deputados eleitos pelo distrito a não defender a construção de uma variante ferroviária a Santarém, projecto que já esteve na agenda e que entretanto parece descartado pelo actual Governo.

“Foi com estupefação que tomámos conhecimento de que, dos Projectos de Resolução apresentados pelos diversos partidos na Assembleia da República, relacionados com a requalificação da Linha do Norte, o único que não propõe a alteração do traçado e a construção de uma variante a Santarém é o do Partido Socialista, em cuja bancada parlamentar pontua o agora candidato à Câmara de Santarém por esse partido, Manuel Afonso”, refere o PSD em comunicado, onde “repudia esta posição do PS, que ataca frontalmente os interesses de Santarém”.

Os social-democratas sublinham ainda que a construção da variante à Linha do Norte chegou a ser anunciada em 2008, em Santarém, pelo ministro Mário Lino, “mas desde essa altura que o troço entre Azambuja e Entroncamento não teve uma única requalificação estruturante, sempre com a promessa da construção da variante”.

No mesmo dia 31 de Março, em que saiu o comunicado do PSD escalabitano, a Federação Distrital de Santarém do PS divulgava uma posição política destacando que os deputados socialistas já apresentaram, na Assembleia da República, uma recomendação ao Governo sobre a modernização da Linha do Norte entre Santarém e Entroncamento e a resolução do problema das barreiras de Santarém, que foi aprovada por unanimidade.

A distrital socialista defende também a extensão do passe suburbano até ao Entroncamento, “beneficiando assim os milhares de cidadãos que todos os dias privilegiam a utilização o comboio nas deslocações para a região de Lisboa onde estudam ou trabalham”. Recorde-se que, em 2007, uma proposta de Projecto-Lei do Bloco de Esquerda, precisamente com esse objectivo, foi chumbada pela maioria socialista na Assembleia da República.

Mais Notícias

    A carregar...