Política | 11-01-2023 21:00

Vialonga aprova orçamento de 1,5 milhões de euros

Executivo da Junta de Freguesia de Vialonga elenca nos planos para 2023 obras há muito ambicionadas pela população. Oposição critica falta de ideias.

A construção de um skate park e de um dog park, além da realização das habituais actividades culturais em colaboração com o movimento associativo, são os principais objectivos contemplados no plano de actividades e orçamento da Junta de Freguesia de Vialonga para 2023. O orçamento no valor de um milhão e meio de euros representa um aumento de 5,91% face a 2022. Na apresentação do documento, o executivo liderado por João Tremoço (PS) sublinhou que já estão reflectidos os impactos dos contratos de delegação de competências estabelecidos com a Câmara de Vila Franca de Xira.
A maioria dos investimentos previstos depende de outras entidades, nomeadamente o município, tal como a requalificação da escola básica da vila, o famigerado nó dos Caniços de ligação à A1, a requalificação do edifício do antigo Hospital da Flamenga, a construção das piscinas de Vialonga e a requalificação e ampliação da EB 1 e JI de Alpriate. A oposição critica e diz que faltam ideias e visão ao executivo. “O que vejo é que as mudanças não são nenhumas. Não existe uma ideia estruturalmente diferente em relação ao que já se fazia”, considera Ângela Bordalo, da CDU. Também o eleito pela mesma bancada, Marcos Rebocho, aponta que a maioria das propostas das Grandes Opções do Plano dizem estudar soluções, incentivar, analisar e prosseguir, e questiona se as 66 propostas são para cumprir ou só para encher papel.
No mesmo sentido falou Fábio Mousinho, presidente da mesa da assembleia de freguesia eleito pela Coligação Nova Geração, liderada pelo PSD. “Acha mesmo que este documento apresenta alguma estratégia inovadora para Vialonga? Nós apresentámos mais de 10 prioridades para a freguesia mas este executivo da junta tem, por exemplo, alguma medida para combater a degradação urbana nos centros históricos da vila?”, questionou.
O orçamento acabou por ser aprovado por maioria com os votos do Partido Socialista e pela eleita do CDS. Já a CDU e o eleito do Chega votaram contra e a Nova Geração (PSD/PPM/MPT) absteve-se.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1596
    11-01-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1596
    25-01-2023
    Capa Médio Tejo