Política | 12-01-2023 18:37

Pedro Magalhães Ribeiro demite-se de assessor do primeiro-ministro

Pedro Magalhães Ribeiro demite-se de assessor do primeiro-ministro

Pedro Magalhães Ribeiro pagou uma multa de 3.600 euros e foi condenado numa pena acessória de 2 anos e 9 meses sem poder exercer cargos públicos.

O ex-presidente da Câmara do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro, demitiu-se do cargo de assessor do primeiro-ministro. Em causa, está o facto de ter feito uma publicação antes das eleições autárquicas, que perdeu, tendo sido agora condenado por violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade.

Pedro Magalhães Ribeiro pagou uma multa de 3.600 euros e foi condenado numa pena acessória de 2 anos e 9 meses sem poder exercer cargos públicos.
Apesar de a decisão ainda não ter entrado em julgado e de o ex-autarca ir recorrer para o Tribunal da Relação, decidiu pedir a exoneração do cargo.

O ex-presidente da câmara disse nas redes sociais na altura: "Ministra Marta Temido assegura a Pedro Magalhães Ribeiro que o Cartaxo vai ter novo centro de saúde. (…) O Presidente da Câmara considera o resultado desta reunião com a ministra da Saúde, como uma das melhores notícias que poderíamos receber.”

A Comissão Nacional de Eleições considerou que a publicação configurava uma violação da Lei Eleitoral, ao ter sido difundida na página do município nas redes sociais.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo