Política | 15-01-2023 12:00

Para onde vão os milhões do PRR na região

Para onde vão os milhões do PRR na região
O Convento de Cristo, em Tomar, vai receber obras financiadas pelo PRR num valor de 4,4 milhões de euros

Os principais municípios da região, com Vila Franca de Xira e Santarém à cabeça, levam boa parte dos milhões que o Plano de Recuperação e Resiliência, o famoso PRR, tem para financiar projectos inovadores e estruturantes ou para finalmente garantir investimentos que já deviam estar feitos.

O Governo deu início, durante este mês, a um roteiro por vários projectos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), num ano em que espera uma execução acumulada de 32% deste programa, segundo disse a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva. Um objectivo ambicioso, tendo em conta apenas o que está previsto para a nossa região, onde há muitos projectos de milhões que ainda não saíram do papel.
Neste artigo divulgamos os projectos de maior volume financeiro concelho a concelho. Nalguns municípios não existem daqueles projectos que saltam à vista pela sua importância e financiamento, pelo que não surgem na lista. No entanto, o PRR vai chegar a todos pois também financia muitos projectos de menor dimensão, mas igualmente importantes e estruturantes, nomeadamente nas vertentes da “Transformação da Paisagem dos Territórios de Floresta Vulneráveis”, em concelhos como Mação, Sardoal ou Ferreira do Zêzere, da transformação de veículos ligeiros de mercadorias para electricidade, de apoio para a criação de emprego estável ou eficiência energética que cruzam praticamente todo o território. Projectos ligados à educação e formação têm também várias entradas na lista.
Abrantes – Estrutura Residencial Para Pessoas Idosas que tem como promotora a Associação Social a Mó e a Água. Projecto dotado de 1,7 milhões de euros. Construção de raiz de um edifício destinado à instalação de uma estrutura residencial para pessoas idosas.
Alcanena - Reabilitação de 27 fogos em Alcanena, promovida pelo município com um valor total de cerca de 946 mil euros; reabilitação de 16 fogos em Alcanena, iniciativa do Centro de Bem Estar Social de Alcanena com um valor total atribuído de 299 mil euros.
Cartaxo - Loja do Cidadão do Cartaxo, projecto do município com apoio de 900 mil euros; projecto LABLEP-LA4.4, do Centro de Competências para o Tomate Indústria, com um valor de 485.100 euros.
Constância – Loja do Cidadão a construir pelo município, com 900 mil euros de dotação financeira.
Coruche - Reforço de actuação dos centros de Competências do sector florestal. Valor total do projecto 124.800 euros. Entidade beneficiária Filcork.
Entroncamento – Projecto Smart Wagons – desenvolvimento de capacidade produtiva em Portugal de vagões inteligentes para mercadorias. Financiamento previsto de 24,2 milhões de euros. Entidade beneficiária: Medway – Maintenance & Repair, S.A., com sede no Entroncamento.
Ourém – Creche, Centro de Dia, Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Serviço de Apoio Domiciliário. Projecto de 216 mil euros que tem como entidade promotora o Centro Social da Ribeira do Fárrio.
Rio Maior - Residência de Apoio à Comunidade Estudante de Rio Maior. Trata-se da adaptação de um imóvel a alojamento estudantil com 62 novas camas, projecto da Câmara de Rio maior dotado com 2 milhões de euros.
Salvaterra de Magos - Requalificação e modernização do Pólo do Escaroupim. Projecto da Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária dotado com 382 mil euros. O Núcleo de Ensaios e Controlo do Escaroupim integra a rede nacional de pólos de inovação do Ministério da Agricultura e constitui um centro experimental vocacionado para a realização de estudos oficiais, designadamente para exames de novas variedades vegetais candidatas aos Catálogos Nacionais de Espécies Agrícolas e Hortícolas.
Santarém - Adaptação do antigo presídio militar a alojamento estudantil com 204 novas camas. Valor total do projecto é de 6,7 milhões de euros, sendo a Estamo, Participações Imobiliárias a entidade promotora; renovação/requalificação do Pólo de Inovação da Fonte Boa, projecto dotado com 2,7 milhões de euros e a concluir até final de 2025. O INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária é a entidade promotora; residência Colégio do Regente. Trata-se da adaptação de um imóvel a alojamento estudantil com 74 novas camas, a desenvolver na Escola Superior Agrária de Santarém. Projecto de 2,4 milhões candidatado pelo Politécnico de Santarém; residência da Escola Superior de Ensino de Santarém. Adaptação de um imóvel a alojamento estudantil com 38 novas camas. Projecto de 1,2 milhões candidatado pelo Politécnico de Santarém.
Tomar - Reabilitação do Paço Henriquino e Alcáçova/Castelo do Convento de Cristo; conservação e restauro do claustro principal D. João III e outros; conservação da Torre da Condessa e do corpo das Necessárias. Projecto da Direcção Geral do Património Cultural com 4,4 milhões de financiamento; residência de estudantes do Centro Histórico de Tomar. Trata-se da adaptação de um imóvel a alojamento estudantil com 68 novas camas, num projecto de 2,2 milhões de euros promovido pelo Politécnico de Tomar com conclusão apontada até final de 2024; requalificação das instalações dos serviços locais de saúde mental existentes. Projecto do Centro Hospitalar do Médio Tejo com um valor total de 853 mil euros
Torres Novas - Construção de 62 alojamentos no Largo das Forças Armadas. Projecto da Polícia de Segurança Pública com 2,2 milhões de dotação financeira; Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, projecto do Centro Social de Santa Eufémia com 963 mil euros de financiamento. Visa aumentar a capacidade de resposta, através da inclusão de 27 novos utentes.
Vila Franca de Xira - Operação Integrada Local Vialonga, promovida pelo município com financiamento previsto de 6,9 milhões de euros. Investimento no âmbito das operações integradas em comunidades desfavorecidas nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto; Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário, projecto da APATI – Associação Promotora de Apoio à Terceira Idade com financiamento de 2,6 milhões de euros; Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário, projecto da Casa do Povo de Vialonga com financiamento de 1,7 milhões de euros; Loja do Cidadão de Vila Franca de Xira, projecto do município com montante atribuído de 900 mil euros.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1597
    01-02-2023
    Capa Médio Tejo