Política | 08-05-2023 21:00

Um ano de excelência para a União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande

Um ano de excelência para a União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande
Presidente da União de Freguesias de Chamusca e Pinheiro Grande, Rui Martinho, afirma que resultados da junta nunca foram tão satisfatórios

Grau de execução de despesa e receita na União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande é perto de 100%. Bom desempenho permitiu a atribuição de vários apoios.

O presidente da União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro destacou o “ano de excelência” da autarquia no que diz respeito à prestação de contas de 2022. Rui Martinho evidenciou, na última sessão de assembleia de freguesia, que se realizou a 27 de Abril, que há muitos anos que a junta não tinha resultados tão satisfatórios e tantos apoios atribuídos. Segundo o autarca, a união de freguesias fechou o ano com saldo positivo e com um grau de execução da despesa e da receita muito próximo dos 100%. Uma das razões para os resultados tem que ver com a transferência de competências do município para a união de freguesias que, na opinião de Rui Martinho, “foi uma grande mais-valia”. Recorde-se que a junta é agora responsável pela gestão e manutenção de todos os espaços verdes, vias públicas, mobiliário urbano e de alguns espaços envolventes dos estabelecimentos de ensino.
“A transferência não foi apenas boa para a junta, mas também para a população. O município andava a desbaratar dinheiros públicos gastando milhares de euros com uma empresa privada para fazer aquilo que nós fazemos com metade do orçamento e com o nosso pessoal. Para além de que, segundo o feedback que temos, o trabalho está mais bem feito”, referiu.
A forma como o executivo da junta tem gerido o seu orçamento permitiu, de acordo com o presidente, atribuir mais de 10 mil euros a associações, a construção de um novo estaleiro e das novas instalações da universidade sénior, um parque de fitness no Pinheiro Grande, entrega de bolsas de estudo e de incentivos à natalidade, responder a mais de 500 pedidos de recolha de monos e cerca de 1.500 transportes de pessoas, entre outros. “Gostava de destacar também o esforço que temos realizado no que diz respeito à Acção Social. O nosso banco alimentar e o fundo social apoiaram várias dezenas de pessoas que sofrem de carências”, sublinhou.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo