Política | 11-01-2024 12:00

Assembleia Municipal de Santarém aprova moção de saudação ao 25 de Novembro

Proposta foi apresentada pelo eleito do CDS e contou com o apoio da maior parte das bancadas

A Assembleia Municipal de Santarém aprovou uma moção de saudação do 25 de Novembro de 1975 apresentada pelo único eleito do CDS nesse órgão, Pedro Melo. A proposta contou com 39 votos a favor e três contra da CDU e BE. Pedro Melo referiu que existem duas datas marcantes na democracia em Portugal, o 25 de Abril de 1974 e o 25 de Novembro de 1975, movimentação militar conduzida por partes das Forças Armadas que levou ao fim do Processo Revolucionário em Curso (PREC) e a um processo de estabilização da democracia representativa em Portugal.

O eleito José Magalhães (PS) saudou a iniciativa do CDS referindo-se ao 25 de Novembro como data de consolidação de garantias e liberdades do Estado de Direito. Entendimento diferente teve Rita Correia (CDU), que considerou a moção uma tentativa de diminuir a dimensão e significado do 25 de Abril, referindo também que as forças reaccionárias estão vivas em Portugal.

O socialista Raúl Violante, presidente da Junta de Freguesia de Pernes, apesar de considerar que o momento da apresentação da moção não foi o mais oportuno, disse que o 25 de Novembro foi o repor dos princípios do 25 de Abril, não se opondo à sua comemoração. António Pina Braz (PS) apelou à não politização do que considera ser um processo evolutivo e construtivo e à necessidade da imparcialidade. Joaquim Neto (PS), presidente da mesa da assembleia municipal, também saudou a moção apresentada, que considerou ser simples e clara quanto aos seus propósitos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1652
    21-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo