Política | 14-02-2024 12:00

Falta de estacionamento em zona de Tomar leva munícipe à reunião de câmara

Falta de estacionamento em zona de Tomar leva munícipe à reunião de câmara

Munícipe de Tomar, residente no Largo 5 de Outubro, queixou-se na reunião de executivo que os moradores daquela zona não têm um dístico que lhes permita estacionar perto de casa num estacionamento que é de acesso geral. Hugo Cristóvão esclareceu que o regulamento de estacionamento no centro histórico não abrange a zona.

A falta de estacionamento em Tomar foi assunto na última sessão camarária depois da intervenção do munícipe Miguel Santos Jorge, que vive no Largo 5 de Outubro. O munícipe lamentou o facto de não existir um dístico para poder estacionar nessa artéria, perto de casa, à semelhança do que acontece com os moradores da Rua dos Arcos, algo que lhe foi prometido e até à data ainda não foi emitido. Miguel Santos Jorge afirma que as pessoas que vêem à cidade ocupam os lugares de estacionamento existentes na zona, deixando os moradores sem estacionamento.

Hugo Cristóvão, presidente da Câmara Municipal de Tomar, explica que o regulamento municipal que rege o estacionamento no centro histórico não incluiu o Largo 5 de Outubro, onde os lugares são de acesso geral. O autarca refere ainda que haverá sempre mais residentes do que lugares no centro histórico e que aumentar o número de beneficiários que podem estacionar na zona para o mesmo número de lugares “não seria a decisão mais acertada”. Estacionar no parque de estacionamento junto à estação ferroviária é uma das sugestões que o presidente deixa ao munícipe, deixando aberta a possibilidade de, numa futura revisão do regulamento, a situação ser revista.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo