Política | 12-05-2024 15:00

Abrantes fecha contas de 2023 com saldo positivo de 2,2 milhões de euros

Abrantes fecha contas de 2023 com saldo positivo de 2,2 milhões de euros
Manuel Valamatos

Em 2023 a Câmara de Abrantes recuperou de um resultado líquido negativo e fechou o ano com um saldo positivo de 2,2 milhões de euros. Juntas de freguesia e famílias tiveram mais verba alocada.

A Câmara de Abrantes terminou 2023 com um resultado líquido positivo de 2,2 milhões de euros, depois de no ano anterior ter apresentado um resultado negativo de 648 mil euros, com as receitas a alcançarem os 35,6 milhões de euros e as despesas 33,5. O documento foi apreciado e aprovado em reunião camarária com os votos favoráveis do PS e PSD e o voto contra do movimento Alternativacom. Também na assembleia municipal o relatório de contas foi aprovado com dois votos contra do mesmo movimento e abstenções do PSD (2) e CDU (1).
No plano da receita total destaca-se um crescimento de 16% e uma taxa de execução na ordem dos 108%. Neste tópico, o presidente do município, Manuel Valamatos (PS), destacou que se registou um crescimento na Derrama de 59%, o que quer dizer que “há mais rendimentos das empresas e mais actividade económica no concelho”. O mesmo aconteceu com o Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) que cresceu 75%, o que se traduz em “mais projectos, mais habitações, mais casas e mais desenvolvimento. Não há questões políticas que possam contrapor resultados tão evidentes como estes”, afirmou o autarca socialista.
Também no campo da despesa houve um aumento (10%), sendo que com o pessoal cresceu 12%, transferências correntes mais 16%, investimento mais 20% e em serviço de dívida menos 84%. Manuel Valamatos destacou que neste momento há menos nove trabalhadores no município do que em 2022 e que tem de se fazer “trabalho de optimização dos recursos”, que albergam um total de 600 trabalhadores. Sublinhou ainda o aumento de 20% com refeições escolares e de 7% com água e energia.
No plano dos investimentos Manuel Valamatos salientou projectos como a requalificação da Ribeira de Rio de Moinhos, a requalificação da Escola de Tramagal, arranjo de ruas e estradas, e a aposta na ampliação das zonas industriais. Relativamente às transferências para as juntas de freguesia, houve um aumento de 2,3 milhões para 2,5 milhões de euros em 2023 o que, na óptica do presidente do município, é uma prova da confiança no trabalho das autarquias. Também o valor transferido para as famílias registou um crescimento de mais 31%, que se traduz em 282 mil euros.
Se por um lado o vereador do PSD, Vítor Moura, não encontrou motivos para votar contra o relatório da prestação de contas, que considerou demonstrar uma situação “estável e aceitável”, o movimento Alternativacom, representado na câmara municipal por Vasco Damas, considera que “a execução das Grandes Opções do Plano e do orçamento municipal e dos serviços municipalizados, além de revelar desvios significativos às previsões e compromissos, contém decisões e resultados inaceitáveis que prejudicam o progresso de Abrantes e o bem-estar dos abrantinos”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo