Política | 12-05-2024 12:00

Passos Coelho almoçou com amigos em Amiais de Cima no 10º aniversário da saída da Troika

Passos Coelho almoçou com amigos em Amiais de Cima no 10º aniversário da saída da Troika
O padre António Pereira, Pedro Passos Coelho e João Teixeira Leite durante o encontro em Amiais de Cima. . FOTO – Facebook João Teixeira Leite

Convívio na Casa da Amieira, em Amiais de Cima, contou com a presença de quinze pessoas e não teve carácter político, apesar de terem estado à mesa um ex-primeiro-ministro e autarcas no activo.

O antigo primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho esteve no sábado, 4 de Maio, num almoço na Casa da Amieira, em Amiais de Cima, que reuniu cerca de 15 convivas e não teve cariz político, embora tenha sido impossível evitar falar-se de política. O encontro informal foi organizado por Isabel de Santiago, professora na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, com o apoio do padre António Pereira, pároco local, tendo contado com a presença do presidente e do vice-presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves e João Teixeira Leite, respectivamente. Os autarcas escalabitanos foram os únicos políticos no activo presentes na iniciativa. A maior parte dos restantes convidados era da zona de Lisboa e alguns de Fátima.
João Teixeira Leite deu nota do encontro nas redes sociais. “Almocei, com alguns amigos, um deles o Dr. Pedro Passos Coelho, coincidência, no mesmo dia 10 anos depois em que anunciou a saída da Troika de Portugal. Que momento! Será sempre um estadista! Obrigado Sr. Padre Pereira pelo convite. Outra referência!”, escreveu o autarca na sua página no Facebook.
Contactado por O MIRANTE, o padre António Pereira, que é também presidente do Centro Desportivo de Fátima, disse que se tornou amigo de Pedro Passos Coelho desde que almoçou com ele em Torres Novas, durante a campanha eleitoral em que viria a ser eleito primeiro-ministro. Sublinhou que o encontro em Amiais de Cima não teve carácter político e pretendeu juntar pessoas ligadas ao ex-presidente do PSD, algumas que o acompanharam de perto durante a doença da esposa. “Foi muito agradável. Convivemos e trocámos impressões”, resumiu o padre António Pereira.
“O Pedro Passos Coelho é um homem de Estado, um político com P maiúsculo. Os portugueses agradecem tudo o que fez por nós num período difícil da sua vida familiar. E por isso, Santarém esteve à altura, juntando amigos, empresários, velhos e novos, homens de fé e generosidade e políticos (do PSD) para o homenagear e agradecer”, escreveu, por seu lado, Isabel de Santiago, professora auxiliar convidada e investigadora de Comunicação em Saúde na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, em artigo de opinião publicado em O MIRANTE online.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo