Política | 25-05-2024 07:00

Distrital de Santarém do PSD pede conclusão da A13 a reboque do novo aeroporto

Sociais-democratas sublinham que não faz sentido ter uma autoestrada interrompida a meio entre Almeirim e Vila Nova da Barquinha e exigem a sua conclusão, no âmbito do plano de acessibilidades ao novo aeroporto no concelho de Benavente.

A Comissão Política Distrital de Santarém do PSD emitiu um comunicado onde exige a conclusão da auto-estrada A13 associada à decisão de construção do novo aeroporto no Campo de Tiro da Força Aérea, no concelho de Benavente. A A13 (anteriormente designada IC3) tem dois troços a atravessar o distrito de Santarém de norte a sul, um entre Benavente e Almeirim e outro entre Vila Nova da Barquinha e Tomar. Para fechar essa auto-estrada que liga a Marateca a Coimbra falta a ligação, há muito reclamada, entre Almeirim e Vila Nova da Barquinha, que implica a construção de uma nova ponte sobre o Tejo na zona da Chamusca e Golegã.
“Não faz sentido ter uma autoestrada A13 que liga a Marateca-A2 a Coimbra-A1, interrompida a meio entre Almeirim e Vila Nova da Barquinha”, constata o PSD distrital, sublinhando que esse trajecto em falta, de cerca de 40 quilómetros, inclui uma nova ponte na zona da Chamusca que já tem traçado definido e estudos de implantação e de impacte ambiental, que mereceram pareceres favoráveis da Agência Portuguesa do Ambiente - APA.
O PSD salienta que “sem a A13 concluída, toda esta parte do país ficará ainda mais distante do novo aeroporto do que do Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa”. E vinca que a não conclusão dessa via constitui “um bloqueio às acessibilidades e desenvolvimento dos concelhos de Almeirim, Alpiarça e Chamusca e uma injustiça face à instalação, em 2007, dos dois CIRVER (Centros Integrados de Recuperação, Valorização e Eliminação de Resíduos Perigosos) neste último concelho, com um enorme volume de tráfego de pesados a continuar a fazer-se por atravessamento de várias localidades”.
Congratulando-se por haver, “finalmente”, uma decisão do Governo relativa à localização do novo aeroporto, o PSD distrital assinala ainda que a conclusão da A13 “ganha agora uma relevância fundamental face a todo o sistema de acessibilidades ao norte do distrito de Santarém, à Região Centro, a Coimbra, Castelo Branco e ao próprio norte alentejano”. Por isso reclama a sua inclusão no plano de infraestruturas e acessibilidades associadas ao novo aeroporto, “para que uma parte importante do país não fique ainda mais longe do novo aeroporto”, “para que a sua acessibilidade a norte não fique dependente apenas da A1/A10” e “por uma questão de justiça espacial face aos constrangimentos identificados, e possibilidades de promoção de um desenvolvimento mais equilibrado de todo o território do distrito”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo