Política | 02-06-2024 12:00

Parque dos Sonhos de Natal na Chamusca custou 300 mil euros e gerou 40 mil de receita

Terceira edição do Parque dos Sonhos de Natal da Chamusca envolveu um investimento de 300 mil euros do município e gerou apenas cerca de 40 mil euros de receita.

A Câmara Municipal da Chamusca gastou cerca de 300 mil euros na última edição do Parque dos Sonhos de Natal, evento que decorreu entre 7 e 23 de Dezembro de 2023. De acordo com os números a que O MIRANTE teve acesso, o município presidido pelo socialista Paulo Queimado investiu mais de 290 mil euros na iniciativa, sendo que a mesma gerou pouco mais de 43 mil euros de receita. Recorde-se que na edição de 2022 do Parque dos Sonhos de Natal, a autarquia gastou cerca de 260 mil euros no evento, o que significa que a animação natalícia na Chamusca em 2023 custou mais 30 mil euros em relação ao período homólogo. Em 2021, primeiro ano em que se realizou, em plena pandemia, o município investiu mais de 230 mil euros.
O Parque dos Sonhos de Natal da Chamusca ocupa todo o espaço do parque municipal com várias actividades, nomeadamente animação de rua, exposição de produtos locais, espectáculos musicais, teatro, pista de gelo e um comboio de Natal. É considerado o maior evento temático de Natal da região ribatejana, mas tem causado polémica entre autarcas do concelho pela demora na entrega das contas. No ano passado, a vereadora da CDU Gisela Matias chegou mesmo a dirigir-se ao presidente da câmara com ironia em sessão camarária. “Não quero ter esta ousadia, mas peço já ao senhor presidente as contas do Parque dos Sonhos de 2022, mesmo que ainda não tenha entregue as de 2021 (...), disse, alguns meses depois do presidente da câmara ter dito em reunião que não apresentou as contas por “esquecimento”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo