Política | 05-06-2024 07:00

PCP exige reabertura do posto dos CTT em Vale de Figueira

A concelhia de Santarém do Partido Comunista Português (PCP) emitiu um comunicado onde expressa a sua “profunda preocupação e indignação face ao encerramento do posto de correio de Vale de Figueira”

A concelhia de Santarém do Partido Comunista Português (PCP) emitiu um comunicado onde expressa a sua “profunda preocupação e indignação face ao encerramento do posto de correio de Vale de Figueira”. Os comunistas dizem que esse encerramento “é mais um ataque aos serviços públicos e à coesão territorial, significando um retrocesso no desenvolvimento da freguesia”, deixando a população, especialmente os mais idosos e vulneráveis, sem um serviço fundamental. “Esta medida afecta negativamente a qualidade de vida dos residentes e contribui para o isolamento social, prejudicando o já frágil tecido económico e social da freguesia”, alega o PCP.

Os comunistas dizem que este desfecho encerramento não está desligado do que entendem ser um “caminho desastroso feito pelos partidos da política de
direita” que levou à privatização dos CTT. “Foram centenas de estações e postos de CTT encerrados, as filas infindáveis nos postos que se mantêm abertos. Os actuais carteiros e restantes trabalhadores acumulam giros, corta-se na segurança no trabalho e nas condições físicas para efectuar todas as duras tarefas”, acusam.

O PCP de Santarém garante que não vai desarmar na defesa do controlo público dos CTT e da melhoria das condições de vida das populações e apela a “que todos façam força para defender o serviço postal”.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1669
    19-06-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo