Política | 21-06-2024 15:00

Oposição no Entroncamento continua às escuras sobre proposta de edifício complementar à nova biblioteca

Proposta do PSD que permitiu aprovação do projecto da nova biblioteca tem tardado a ser esclarecida aos vereadores da oposição pela maioria socialista que gere a Câmara do Entroncamento.

Os vereadores do PSD na Câmara do Entroncamento continuam sem ter qualquer esclarecimento relativamente ao ponto de situação da construção do edifício complementar da nova biblioteca do concelho. A construção do edifício dotado de espaços para videomaping, edição de vídeo e áudio, animação, gaming, programação robótica e inteligência artificial foi o que permitiu a cedência dos vereadores do PSD para aprovação do projecto.
Em conversa com O MIRANTE, o vereador do PSD Rui Madeira afirma que a única coisa que os eleitos pelo PSD receberam sobre o ponto de situação do projecto foi uma planta do local onde o edifício vai ser instalado. O terreno já havia sido adquirido, anteriormente, pela autarquia. No entanto, o que os vereadores pretendem é saber que passos já foram dados em termos de estudo preliminar para o edifício possuir as características que a proposta alberga. Rui Madeira lamenta que se esteja a adiar a situação e a demora comparativamente a outros projectos, como a construção das 100 habitações ou do projecto de demolição e construção do Jardim de Infância Sophia Mello Breyner.
“Há projectos em que a decisão é tomada rapidamente e aparece um estudo do projecto. Apenas solicitamos um estudo prévio com as características do edifício, onde se possa colocar as estruturas e os equipamentos sugeridos e ainda não recebemos nada. O tempo está a passar e o executivo socialista não tem manifestado interesse na resolução desta questão” afirma o vereador do PSD.
A 16 de Abril os sociais-democratas questionaram, pela terceira vez, o executivo sobre a situação do projecto. O presidente da câmara, Jorge Faria (PS), não se mostrou muito preocupado com a situação e informou que o requerimento ainda seria respondido a tempo. Em Fevereiro, O MIRANTE já havia dado conta do entendimento entre o PS e o PSD sobre a aprovação do projecto da nova biblioteca que prevê um investimento de milhões de euros, numa empreitada que se prevê executada apenas em 2026. Com o entendimento entre o PS e o PSD, o projecto foi aprovado por maioria sendo que ficou prometido ser criado um edifício complementar à biblioteca dotado de espaços para videomaping, edição de vídeo e áudio, animação, gaming, programação robótica e inteligência artificial. Rui Madeira acredita que o edifício complementar vai levar as pessoas a aproximarem-se da cultura e da nova biblioteca.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1673
    17-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo