Política | 28-06-2024 21:00

CDU quer mais pressão da Câmara de VFX para acabar com falhas de telecomunicações no concelho

Falhas do serviço de Internet em certas zonas do concelho de Vila Franca de Xira têm motivado queixas de muitos moradores nos últimos anos.

As recentes eleições europeias provaram que é possível haver serviço de Internet nas zonas do concelho de Vila Franca de Xira onde habitualmente não há e por isso o que falta é vontade dos operadores em disponibilizar esse serviço à população, diz a CDU. Por esse motivo, anunciou a vereadora Joana Bonita em reunião do executivo, aquela força política avançará já numa das próximas reuniões de câmara com a apresentação de uma proposta exigindo que a câmara municipal interceda e faça pressão junto da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) para que o problema possa ser resolvido.
“Estas eleições mostraram que é possível haver Internet onde habitualmente não há, como em Santa Eulália (Vialonga), Calhandriz ou Trancoso (São João dos Montes). Era importante que se mantivessem as estruturas que ali se colocaram para haver serviço de Internet, porque as pessoas precisam e têm direito a ela”, defendeu Joana Bonita. As dificuldades dos moradores de certas zonas do concelho de VFX em aceder a serviços de qualidade de Internet, telemóvel e televisão já duram há décadas, em particular na freguesia de Vialonga.
Tal como O MIRANTE já noticiara em Março, só desde o início deste ano a ANACOM já tinha recebido 57 reclamações de moradores de Vialonga contra os três principais operadores de telecomunicações que operam na freguesia. Tudo por causa da má qualidade do serviço incluindo problemas na recepção de sinal de televisão e má ou inexistente rede de telemóvel. Só na zona da Fonte Santa já deram entrada naquela autoridade 15 reclamações relevantes sobre a qualidade do serviço prestado e onde, recorde-se, os moradores se queixam de pagar por um serviço que, na maioria dos dias, não funciona. Os moradores já fizeram até dois abaixo-assinados, com mais de 400 assinaturas cada, visando pressionar os responsáveis a resolver o problema.
A ANACOM já veio dizer que espera que a situação no concelho de Vila Franca de Xira melhore na sequência das obrigações impostas aos operadores de comunicações no âmbito do leilão pela colocação de 5G, permitindo garantir que pelo menos 95% das freguesias de baixa densidade possam ter telemóvel e Internet móvel com uma velocidade mínima de 100MB (megabytes) por segundo até 2025. Será esse concurso público que permitirá depois instalar a infraestrutura que, assim se espera, venha a levar fibra óptica a todas as residências, num objectivo que tem um horizonte temporal de três anos.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1674
    24-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1674
    24-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo