Política | 10-07-2024 12:00

Câmara de Azambuja contrai empréstimo de 4 milhões para obras de pavimentação

Câmara de Azambuja contrai empréstimo de 4 milhões para obras de pavimentação

Empréstimo bancário vai ser pago em 20 anos e por isso o PSD votou contra porque vai onerar futuros executivos municipais.

A Câmara Municipal de Azambuja vai contrair um empréstimo bancário com a Caixa de Crédito Agrícola num valor superior a quatro milhões de euros para fazer face ás obras de beneficiação de pavimentos no concelho. Em reunião de câmara foi aprovada a proposta com os votos do PS mas com dois votos contra dos vereadores do PSD e uma abstenção do eleito do Chega. “O empréstimo vai ser pago em 20 anos com período de carência de três anos. Não estão a usar as boas práticas porque quem vai pagar é quem fica. Com as calças do meu pai vestidas também sou um grande homem”, atirou o vereador social-democrata, Rui Corça.

De acordo com as explicações dadas pelo técnico do município o prazo de três anos de carência decorre da lei. O vice-presidente do executivo socialista, António José Matos diz que o acordo bancário é benéfico para o município porque só começa a pagar juros após os três anos, mas pode iniciar já a empreitada. O prazo de execução das obras são de 270 dias para os primeiros dois lotes e 240 dias para outro lote.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1672
    10-07-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo