Saúde | 24-06-2019 16:13

Dez novos médicos de família na Lezíria reduzem ao mínimo listas de espera

Dez novos médicos de família na Lezíria reduzem ao mínimo listas de espera
Director do ACES Lezíria, Carlos Ferreira

Almeirim, Salvaterra e Rio Maior são os que recebem mais clínicos

A região da Lezíria vai ter mais dez médicos de família já a partir do próximo mês de Julho. O director do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Lezíria, Carlos Ferreira, diz que estes novos profissionais permitem reduzir a uma pequena percentagem o número de pessoas sem médico de família.

Carlos Ferreira sublinha no entanto que toda a população tem cobertura médica, no âmbito de uma estratégia que passa pela contratação de médicos em prestação de serviços, apesar de não poderem ter ficheiros de doentes por não terem a especialidade.

Calos Ferreira realça que com a entrada destes novos profissionais “praticamente ficamos com cobertura total de médicos de família. Actualmente há cerca de vinte mil utentes na Lezíria sem médico de família, estando cerca de 180 mil cobertos pela assistência destes especialistas.

A entrada dos novos médicos deve-se a dois concursos, um de mobilidade interna de profissionais e outro de ingresso de novos especialistas. Prevê-se que alguns médicos entrem ao serviço logo no dia 1 de Julho.

Do concurso de mobilidade dá-se a entrada de dois clínicos que vêm de outras zonas do país, mas como há um que vai sair o saldo é de um novo médico na região, que vai ficar em Almeirim. Esta cidade recebe ainda outro médico do concurso de contratação de recém-formados, ficando assim com dois novos médicos, dos nove contratados.

Salvaterra de Magos e Rio Maior são as outras duas localidades que maior reforço vão ter, também com dois médicos novos para cada uma. Os restantes quatro médicos vão ser distribuídos pelas localidades de Santarém, Chamusca, Cartaxo e Alpiarça.

O Agrupamento de Centros de Saúde da Lezíria abrange os concelhos de Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos e Santarém, num total de 73 freguesias, prestando cuidados a cerca de duzentos mil utentes. O agrupamento tem 552 colaboradores, distribuídos por vinte e quadro unidades.

Os concelhos de Salvaterra de Magos, Almeirim e Rio Maior são os que mais têm sofrido com listas de espera para médico de família. Em 2013, na área do ACES Lezíria foram realizadas 643 mil consultas médicas, 435 mil contactos de enfermagem.

NA FOTO: Director do ACES Lezíria, Carlos Ferreira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Médio Tejo