Saúde | 03-01-2024 21:00

Maternidade do Médio Tejo reabriu após incêndio

A maternidade do Hospital de Abrantes reabriu esta terça-feira, 2 de Janeiro, após o pequeno incêndio ocorrido no dia 31 de Dezembro

A maternidade do Hospital de Abrantes reabriu esta terça-feira, 2 de Janeiro, após o pequeno incêndio ocorrido no dia 31 de Dezembro, indicou a Unidade Local de Saúde (ULS). “O bloco de partos de Abrantes, da ULS Médio Tejo, reabriu hoje às 09h00, após a limpeza do espaço e da normalização do serviço informático que ardeu no domingo devido a um curto-circuito”, disse à agência Lusa fonte oficial da ULS.

O incêndio, que deflagrou ao início da tarde de domingo no piso da maternidade do Hospital de Abrantes, devido a uma avaria num equipamento informático, não causou feridos e foi rapidamente extinto. O serviço da maternidade encontrava-se encerrado desde sábado e não tinha nenhuma grávida no local, no âmbito de uma paragem programada para 30 e 31 de dezembro.

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Sub-Regional de Protecção Civil do Médio Tejo indicou que o alerta para o incêndio foi dado às 12h30 e que às 13h40 estava extinto. As chamas foram apagadas por profissionais de saúde que se encontravam no local, tendo, posteriormente, os bombeiros procedido à extração de fumos.

Devido ao encerramento da maternidade, o primeiro bebé do Médio Tejo deste ano acabou por nascer numa ambulância em Torres Novas, às 07h00 de segunda-feira, a caminho do Hospital de Leiria.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1653
    28-02-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo