Saúde | 06-03-2024 07:00

Médio Tejo mais do que duplica colheita de órgãos para transplantação

Médio Tejo mais do que duplica colheita de órgãos para transplantação

Em 2023 a equipa multidisciplinar de Doação de Órgãos e Tecidos da Unidade Local de Saúde do Médio Tejo, que opera na Unidade Hospitalar de Abrantes, esteve envolvida na colheita de 30 órgãos provenientes de 13 dadores. No balanço dos últimos 14 anos, a região do Médio Tejo foi responsável por 220 órgãos para transplantação, provenientes de 94 dadores.

A Unidade de Cuidados Intensivos da Unidade Local de Saúde (ULS) do Médio Tejo esteve envolvida, durante o ano passado, na doação de 30 órgãos para transplantação provenientes de 13 dadores. Em 2023 a ULS Médio Tejo colheu para transplantação 13 rins, 12 fígados, quatro pulmões e um pâncreas. O resultado obtido é duas vezes e meia superior à actividade registada no ano anterior. Em 2022 foram colhidos 12 órgãos provenientes de cinco dadores. A actividade registada durante o ano passado só é superada, nos últimos 14 anos, pelos indicadores atingidos em 2018, ano em que foram colhidos 36 órgãos, provenientes de 15 dadores. Para a instituição, os dados do ano passado demonstram a motivação dos profissionais para a causa da transplantação de órgãos.

No ano em curso vai assinalar-se os 15 anos sobre o início de colheitas de órgãos em doentes falecidos em situação de “morte cerebral” no Médio Tejo. O marco coincidiu com a constituição da equipa de colheita de órgãos e com a abertura do Serviço de Medicina Intensiva da Instituição em 2009. Desde a criação da equipa, a ULS Médio Tejo colheu um total de 220 órgãos de 94 dadores. Os resultados colocam a equipa de Abrantes muito acima da média nacional.

“Portugal tem um dos melhores sistemas de transplantação do mundo, fruto de um Serviço Nacional de Saúde universal e de profissionais, como aqueles que compõem a equipa de Doação de Órgãos e Tecidos da ULS Medio Tejo em Abrantes, que de uma situação irreversível, multiplicam a esperança, salvando a vida a centenas de pessoas que esperam por um órgão. Este ano foram 30 pessoas que usufruíram desse esforço da equipa do Médio Tejo; é de louvar todos os envolvidos”, afirma Casimiro Ramos, presidente do conselho de administração da ULS Médio Tejo.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1660
    17-04-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo