uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Os visitantes poderão provar o vinho e levar o copo como recordação

Um certame que divulga o melhor do concelho

Pão, vinho e companhia anima Almeirim até ao fim do mês

As populares caralhotas e o vinho de Almeirim são as estrelas de mais uma edição da mostra Pão Vinho e Companhia. A animação musical, as provas de vinho e uma roda da sorte que garante sempre prémios fazem parte de um programa que pretende divulgar o que de melhor se faz no concelho.

Edição de 20.08.2003 | Cultura e Lazer
Uma roda da sorte em que o prémio é uma garrafa de vinho e copos de prova que os visitantes podem levar para casa, são duas das principais novidades da edição deste ano do Pão, Vinho e Companhia. Esta terceira mostra gastronómica de Almeirim, que decorre de 22 a 31 deste mês, reserva ainda muita animação. Segundo o vereador da Câmara de Almeirim, João Torres (PS), como forma de divulgar os vinhos do concelho, todos os dias estará disponível uma roda com as marcas de vários vinhos, desde os correntes aos topo de gama. Os visitantes do certame que queiram levar uma garrafa de vinho para casa podem comprar uma senha que dá acesso ao jogo que tem sempre prémio. A introdução de copos de prova com o símbolo do Pão, Vinho e Companhia também é uma forma de divulgação. “As pessoas compram o copo por um euro, no qual provam o vinho e depois podem ficar com uma recordação”, salientou João Torres. Este ano participam na iniciativa 16 restaurantes, quatro padeiros e oito adegas do concelho, mais a Adega Cooperativa da Gouxa que está no concelho de Alpiarça mas que conta com vários associados de Almeirim. Cada dia é dedicado a uma das adegas, que dará a provar os seus néctares aos visitantes. Nesse sentido foi montada uma tenda no recinto da mostra, junto às piscinas municipais, na zona norte da cidade, onde os técnicos podem também comentar as provas de vinhos. Para além destes, vai estar também estar representada a Região de Turismo do Ribatejo, a Comissão Vitivinícola Regional Ribatejana e a Federação Internacional de Jovens Amigos do Vinho. Vai ainda haver um stand da Compal para divulgação dos produtos da empresa e todas a juntas de freguesia do concelho também vão estar representadas. Para o vereador, estes atractivos visam chamar mais público a um certame “que tem qualidade e com espaços de exposição bem decorados”. “Temos um espaço funcional e com garantia de condições de segurança. Os bombeiros vão estar em permanência no local como forma de prevenção”, explicou João Torres. “O nosso intuito é fazer deste certame uma mostra gastronómica que salte as fronteiras do concelho. É um certame iminentemente turístico e serve para mostrar o que temos no nosso concelho. No ano passado tivemos visitantes de Santarém, Alpiarça e outras zonas do distrito”, explicou João Torres, acrescentando que a data da iniciativa é escolhida tendo em conta o facto de haver muitos emigrantes na região nesta altura.ANIMAÇÃO PARA TODOS OS GOSTOSNa animação, as crianças não foram esquecidas e por isso vai estar montado no recinto um insuflável gigante com jogos. Para a música existem dois palcos distintos. Um para o folclore do concelho e outros para os artistas convidados. Os ranchos folclóricos actuam todos os dias às 21h. os espectáculos são uma hora mais tarde. No primeiro dia actua o grupo Swing Brasil, seguindo-se Samantha e Marco Paulo no dia 23. A acordionista Ana Sofia Campeã sobe ao palco no domingo. Nos dias seguintes actuam Tucha e bailarinas (25), as bandas de garagem Sob Escuta e Wako (26) e Sopa de Pedra e Rafael Vargas Jara (27). No dia 28 há uma noite de fados com António Figueiredo, Fernando Ameixa, João Leandro, Guilherme Frazão, Luís Cláudio e Cláudia Picado. Dia 29 sobem ao palco Verónica e Annye e no dia seguinte actua Carlos Alberto Moniz com o espectáculo 30 anos de vida. A fechar o certame, dia 31, cantam os Broa de Mel.Paralelamente vai ser distribuído durante o certame um folheto editado pela câmara municipal. A brochura contém uma resenha histórica das casas agrícolas e adegas do concelho e faz a descrição dos vinhos que comercializam.
Os visitantes poderão provar o vinho e levar o copo como recordação

Mais Notícias

    A carregar...