uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Heróico Serafim das Neves

Edição de 20.08.2003 | E-mails do outro mundo
Os políticos portugueses ganham mais que os espanhóis. A notícia caiu que nem uma bomba e veio dar-me razão. Não é preciso vendermo-nos aos vizinhos do lado para termos rendimentos como deve ser. Basta irmos para a política. Basta conseguirmos um lugarzito numa lista para deputados. Numa posição elegível. Os nossos políticos são os únicos portugueses que ganham mais que os espanhóis. Eu sei que não é nenhuma façanha por aí além porque quem determina o aumento dos políticos são eles mesmos e quem parte e reparte e não leva a melhor parte ou é burro ou não sabe da arte, mas mesmo assim acho que devemos tirar o chapéu aos novos heróis.Desde a batalha de Aljubarrota que não vencíamos os nossos vizinhos. Desde mil trezentos e oitenta e picos, mais coisa menos coisa, Serafim. Às vezes lá ganhávamos no hóquei e no futebol de praia mas essas são vitória menores. Coisas sem importância. Esta dos ordenados é em grande. As Cortes Espanholas estão de luto. A Espanha está coberta de vergonha. Aznar já telefonou a Durão Barroso pedindo-lhe uns euros emprestados para poder ir de férias. Vivam os deputados! Vivam os Ministros! Viva a Pátria!O Ministro Portas da Defesa foi a Mação ao funeral do Tenente Coronel Magiollo, na segunda-feira, para, nas palavras dele, homenagear um herói. Vamos lá ver o que é que ele vai fazer agora para honrar os Nuno Álvares Pereira da actualidade. Para honrar os nossos abonados políticos. Condecorações para todos, proponho eu. E um aumento de ordenado significativo para cortar rente qualquer tentativa espanhola de rectificar a situação. Só me apetece cantar o hino nacional, Serafim. Embrulhar-me na bandeira das quinas e regar-me com tinto do Cartaxo. Imolar-me com o fogo de uma boazona qualquer.Antes que algum empata comece para aí com a canção do ceguinho a dizer que quem aguenta a vitória salarial dos políticos portugueses é o povo porque os ordenados dos passarões saem do orçamento de Estado, quero declarar que eu não me importo. Mais, eu até aceito um aumento de impostos se isso ajudar a manter o desnível. Se isso contribuir para baixar a crista dos nuestros hermanos. Eles vão aprender quem nós somos!! Primeiro os políticos, depois os generais, a seguir os funcionários públicos. Portugal ainda vai ser um grande país. E se, no fim do mês não houver dinheiro para pagar tanto salário astronómico, pouco importa. Os ordenados podem estar em atraso mas continuam a ser grandes. Essa é que é essa!É claro que irá haver retaliações, mas é preciso aguentar com estoicismo. Calculo que o El Corte Inglês aumente os preços desmesuradamente. Que os postos de combustível e as lojas de roupa espanholas comecem a tentar sacar-nos mais para enviar donativos aos políticos lá da terra deles. Seremos indignos patriotas se não nos aguentarmos à bronca. Se não resistirmos. Se não nos continuarmos a sacrificar pela nossa vanguarda salarial. Serafim amigo, diz lá que a meio de uma conversa com qualquer pró-espanhol não te vai saber que nem ginjas atirar-lhe à cara quando ele se estiver a vangloriar da supremacia castelhana: E os ordenados dos políticos, ó meu?!!Hoje estou num registo internacional. Depois da Espanha vou já para a América. Para o apagão dos Estados Unidos e Canadá. Aqui há uns anos os jornais de Lisboa fartaram-se de gozar com a EDP por causa de um apagãozito nas Avenidas Novas. O que eles se riram com a história da cegonha. Uma ave mandava abaixo uma empresa! Ih1Ih!Ih!Oh!Oh!Oh!Eh!Eh!Eh! Então riam-se lá agora, ó papalvos! Até o Bush já veio dizer que aquilo é uma rede eléctrica do Terceiro Mundo. É destas é que o meu povo gosta, Serafim. É destas!!! Pelo menos em matéria de electricidade estamos ao nível do Estados Unidos. Mais uma vitória! Mais uma alegria nacional! E não há nada melhor para atenuar a desgraça dos incêndios que acontecimentos destes. Os nossos políticos ganham mais que os políticos espanhóis. A nossa rede de distribuição de energia eléctrica é tão boa como a dos Estados Unidos. O Cristiano Ronaldo só jogou meia-hora pelo Manchester mas já é o melhor jogador de futebol do Mundo. Antes do toque de apresentar armas final, em tempo de e-mails heróicos, fica mais esta constatação. Portugal foi de férias em Agosto, sem medo nem complexos. A economia está de rastos, a produtividade abaixo de cão, os empresários queixam-se que não vendem, os trabalhadores gritam que o dinheiro não chega, os governantes exigem sacrifícios, mas quem consegue resistir a umas boas férias no Verão? Que se lixe a crise. Que se dane a bancarrota. Bardamerda para o déficit. Viva, viva, viva o descanso. E abaixo eu que estou para aqui a trabalhar!!Amanha-te Serafim que eu vou mas é de fériasManuel Serra d’Aire

Mais Notícias

    A carregar...