uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Custou mas foi

Presidente do Estrela Ouriquense reconhece que teve dúvidas se as obras se concluíam
Edição de 06.09.2006 | Desporto
A inauguração dos melhoramentos complexo desportivo Ribeiro Ferreira deixou muita gente satisfeita mas o presidente do clube, Carlos Albuquerque, era o que tinha mais razões para sorrir. Depois de muitas noites quase sem dormir, como o próprio chegou a reconhecer, a obra está quase terminada, faltando apenas pequenos pormenores. “Muitas foram as vezes em que pensei que não era feito mas depois falava com o presidente da câmara, que sempre me deu garantias que a obra era feita, e eu acreditei nele. Mas depois apareciam coisas pelo meio que me voltavam a dar a sensação que não era feito. Eu próprio andava um pouco confundido. Foram três anos de incerteza tanto para mim como para todos os outros que me acompanharam”, reconheceu Carlos Albuquerque.O dirigente recorda a quem já se esqueceu que os jogadores, treinadores e directores andaram com os carros e com os sacos para trás e para a frente todos os dias durante dois anos, um esforço que só foi possível aguentar com muita dedicação e amor ao clube. “Tenho dúvidas que haja um clube que consiga aguentar o que nós aguentámos, com a casa às costas durante dois anos e a cumprir os compromissos como fizemos até ao ano passado”, diz o dirigente.Carlos Albuquerque confirma que o clube ainda deve a alguns jogadores e treinadores da época passada mas garante que todos vão receber o que lhes é devido. “Temos toda a intenção de cumprir, nem que demore toda esta época”O dirigente diz que a conclusão desta obra é o fim do seu ciclo à frente do clube e espera que agora outros apareçam para dar continuidade ao trabalho. “Terminou claramente o meu ciclo. Tem de haver agora eleições porque o nosso mandato já terminou e vamos marcá-las”, assume Carlos Albuquerque referindo que só ficou nestes últimos tempos para pagar as dívidas que o clube tem.O presidente do Estrela Ouriquense está satisfeito com a adesão dos associados e até dos mais novos, que agora têm todas as condições para praticar futebol. “Nos últimos dias temos andado aqui até bem tarde e as pessoas têm aparecido, algumas que eu nunca tinha visto aqui. Até os jovens aparecem em força. Marcámos um treino para a sexta-feira passada e estava minado de jogadores”, revela com satisfação.Carlos Albuquerque considera que não é exagero falar-se num novo Estrela Ouriquense, tantas são as mudanças dos últimos meses. “Tenho a certeza que é um novo clube. O Estrela começou a fazer-se há uns meses atrás quando nós legalizámos o clube e registámos os estatutos. Agora as infra-estruturas são outra fase e depois será altura de dar continuidade a este trabalho e dar uso a estas instalações”, conclui.

Mais Notícias

    A carregar...