uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Fazendense fora da Taça de Portugal

Paços de Brandão aproveitou erro defensivo e venceu por 1-0

O Fazendense perdeu 1-0 em casa com o Paços de Brandão, em jogo a contar para a primeira eliminatória da Taça de Portugal. O único golo da partida foi apontado a um minuto do intervalo num erro defensivo a meio campo aproveitado pela equipa adversária que depois de estar a ganhar se limitou a defender a vantagem.

Edição de 06.09.2006 | Desporto
Uma semana depois de ter perdido a Taça do Ribatejo para o Cartaxo, o Fazendense foi eliminado da Taça de Portugal, num início de época que está a ficar aquém das expectativas para a equipa de Fazendas de Almeirim.Tal como no jogo frente aos cartaxeiros, o Fazendense voltou a mostrar que tem bom futebol mas a equipa comete vários erros defensivos e não consegue ser “mortal” no ataque nos momentos decisivos.No jogo deste domingo com o Paços de Brandão, equipa do concelho de Santa Maria da Feira, que na época passada foi segundo no distrital de Aveiro, a formação ribatejana entrou bem e dominou os primeiros minutos de jogo, pressionando o último reduto adversário, embora sem grande perigo para a baliza adversária.Aos poucos, o Paços de Brandão foi equilibrando e o jogo passou a desenrolar-se essencialmente no meio campo, com pressão constante de uma e outra equipa sobre o homem que tinha a bola. A partida tornou-se então algo monótona, com muitas perdas e recuperações de bolas sem jogadas de perigo junto a nenhuma das balizas. O muito calor que se registava, cerca de 35 graus, também não ajudava os jogadores, ainda por cima em início de época.A um minuto do intervalo, quando todos esperavam pelo descanso e alguns sócios já se dirigiam para o bar para refrescar a garganta, o Paços de Brandão chegou ao golo. O lance começou com uma falha defensiva a meio campo que originou um contra-ataque rápido do pequeno Félix que entrou na área isolado e rematou cruzado. Rogério defendeu de recurso para o lado mas a bola foi parar aos pés de Fernando Jorge, que foi mais rápido que todos e rematou para o fundo da baliza.O resultado ao intervalo era claramente penalizador para o Fazendense, que sofreu o golo numa péssima altura, mas a equipa entrou motivada no segundo tempo. Com a ajuda do adversário, que recuou para defender a vantagem, os homens das Fazendas de Almeirim passaram a estar quase sempre no meio campo adversário e por mais de uma vez tiveram oportunidade de marcar.A oportunidade mais flagrante aconteceu aos 25 minutos. Jorge Matias bateu um canto do lado esquerdo do seu ataque, a bola cruzou toda a pequena área e foi parar ao segundo poste onde Nelson Rato rematou ao ferro. Azar para a equipa ribatejana que já merecia o empate.Cinco minutos depois, Rui Lopes, regressado após vários meses sem jogar, mostrou que quem sabe nunca esquece e de calcanhar desmarcou Vitinho, que cruzou para a entrada da pequena área onde Jorge Matias falhou a emenda.O quarto de hora final foi de domínio quase absoluto do Fazendense, com o Paços de Brandão a limitar-se a destruir e passar tempo. Mas a estratégia dos forasteiros resultou porque conseguiram segurar a vantagem mínima e seguem em frente na Taça de Portugal. O Fazendense fica pelo caminho por culpa própria.O trio de arbitragem teve alguns equívocos mas não teve influência directa no resultado final.

Mais Notícias

    A carregar...