uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

“Jotas” com leituras diferentes sobre extinção da delegação regional do IPJ

Edição de 12.09.2007 | Política
A distrital de Santarém da Juventude Social Democrata (JSD) classifica como uma “atitude inexplicável” do Governo a recente extinção da delegação regional de Santarém do Instituto Português da Juventude (IPJ). Em comunicado, a JSD considera essa decisão “altamente lesiva para os interesses dos jovens e das associações” juvenis. “Esta decisão deixa o distrito de Santarém sem o mais importante pólo de apoio ao associativismo jovem, o que não serve os interesses das populações nem dos jovens do nosso distrito”, diz a estrutura partidária liderada por Vânia Neto.A Juventude Socialista (JS) distrital também tomou posição sobre o assunto para salientar que, apesar da reestruturação orgânica do IPJ, os serviços administrativos e operacionais de Santarém mantêm-se em funcionamento, “não afectando a política de juventude traçada pelo organismo”. Na nota de imprensa assinada pelo presidente da estrutura, Bruno Gomes, “esta reestruturação irá contribuir para uma diminuição da despesa pública, não condicionando a qualidade dos serviços prestados pelo IPJ no distrito de Santarém”Tal como O MIRANTE já noticiou, o delegado regional de Santarém do IPJ, Hugo Cristóvão, cessou funções a 31 de Agosto não tendo sido substituído no cargo. A figura da delegação regional, até agora existente em todos os distritos, vai ser concentrada apenas em cinco direcções regionais. Santarém ficará numa única direcção que irá incluir também Setúbal e Lisboa. A sede da delegação de Lisboa e Vale do Tejo deverá ficar sedeada em Setúbal.A reestruturação desencadeada no âmbito do Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE), foi decidida em Junho pelo Governo, e levou à saída de todos os delegados distritais a nível nacional. A partir de agora passarão a existir cinco directores regionais – Lisboa e Vale do Tejo, Norte, Centro, Alentejo e Algarve.

Mais Notícias

    A carregar...