uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Revoltado

Edição de 03.04.2008 | O Mirante dos Leitores
Sinto-me revoltado, angustiado, impotente, perante mais um roubo. No espaço de 1 ano, esta é a 3ª vez. As forças de segurança nada fazem, porque dizem não ter meios técnicos, nem humanos, e muito menos morais, para prender ladrões.Ninguém tenta saber quem rouba. Estamos perante causas naturais, como os terramotos ou tsunamis. Pagamos os nossos Impostos (que servem para pagar aos governantes, e polícias, nomeadamente) mas parece que ninguém está interessado em nos proteger. A crise é enorme. Os clientes não têm dinheiro e os empresários muito menos. Mas somos obrigados a suportar elevados encargos, e a não ter direito à protecção contra os malfeitores.Nos últimos anos, Coruche tem vivido no terror (devo reconhecer, que desde a entrada do novo Comandante, as coisas melhoraram). Mas os roubos continuam a acontecer e as pessoas já nem apresentam queixa porque é uma perda de tempo. Em menos de 1 mês, todas as queixas são arquivadas por falta de provas. Sinto um tremendo vazio por ter nascido e viver nesta espécie de País.José Joaquim Nunes Tadeia

Mais Notícias

    A carregar...