uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Particular oferece cama a jovem com paralisia que dormia no chão

Particular oferece cama a jovem com paralisia que dormia no chão

Edição de 28.07.2010 | Sociedade
Um jovem de 26 anos com paralisia cerebral, que há duas semanas e meia estava a dormir no chão da sala, recebeu de um particular uma cama de ferro articulada. O pedido de ajuda foi feito pela mãe do rapaz, Maria Cristina Rodrigues, ao presidente da Junta de Freguesia de Santo Estêvão, concelho de Benavente, Ricardo Oliveira. O autarca começou por tentar recolher donativos, mas um particular acabou por oferecer integralmente a cama.Na última quinta-feira Pedro Campos já dormiu no novo leito. As camas de madeira eram consequentemente partidas pelo jovem que sofre com regularidade ataques de epilepsia.A família reside em Santo Estêvão numa casa de habitação social da Câmara Municipal de Benavente. O pai é funcionário de uma pecuária e recebe 475 euros. A mãe está de baixa desde que o filho partiu a perna.O apoio que a família recebe para o jovem é de 184 euros, mas 153 são para pagar a mensalidade do Centro de Recuperação Infantil de Benavente que Pedro Campos frequenta.A junta disponibilizou-se para ajudar a família a recolher alguns bens, face às dificuldades financeiras que atravessa. A mãe recusa dinheiro, mas agradece quem quiser ajudar a diminuir a conta do supermercado e da farmácia, que já vai quase em dois mil euros. “Um medicamento que era comparticipado a 100 por cento custa-me agora 10 euros”, ilustra Maria Cristina Rodrigues. As fraldas que o Pedro Campos utiliza levam também uma parte significativa do orçamento familiar. “Às vezes andamos tão preocupados com as vítimas do Haiti que esquecemos quem precisa e que está mesmo à nossa porta. Habituamo-nos a ver a miséria mesmo ao lado e só acordamos quando levamos um abanão”, desabafou Ricardo Oliveira (PSD). Durante o Fim de Semana da Freguesia, organizado pela junta, que decorreu na sexta-feira e sábado, junto ao coreto, a tasquinha da solidariedade esteve de portas abertas para angariar apoios para Pedro e João (ver texto nesta edição), dois jovens com paralisia cerebral residentes na freguesia.
Particular oferece cama a jovem com paralisia que dormia no chão

Mais Notícias

    A carregar...