uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Luís Passarinho

29 anos, arquitecto paisagista, Vila Franca de Xira

Ainda não sou pai mas se um dia um meu filho quisesse aprender ballet não veria mal nisso. Há o estereótipo de que um homem bailarino é homossexual, o que é falso. Basta olhar para os bons profissionais. O melhor bailarino do mundo é Joaquim Cortez e tem a masculinidade bem vincada

Edição de 11.04.2012 | Agora falo eu
Para onde gostaria de projectar um jardim?Talvez junto à Praça de Toiros. É um símbolo de Vila Franca de Xira e vendo bem a única coisa que tem à volta é estacionamento. Precisava de uma zona de convívio onde as pessoas pudessem estar todo o ano e não só no Colete Encarnado ou na Feira de Outubro. É aficionado?Já era antes de vir morar para Vila Franca de Xira. Sou de Elvas. Um alentejano e um ribatejano têm muitas semelhanças em termos culturais.Costuma ficar ofendido com as anedotas dos alentejanos?Não. Tenho muito orgulho! Significa que não somos esquecidos. É curioso que encontramos alentejanos em todo o lado. Já me aconteceu encontrar alentejanos no Norte em sítios e ir para Veneza e no avião ouvir a pronúncia alentejana.É mais de ouvir um piropo ou de atirar um de vez em quando?Prefiro fazer um elogio pessoalmente do que atirar um piropo e esconder-me, como fazem alguns. Acho até que isso é uma falta de educação. Que profissão seria incapaz de exercer?Talvez esteticista. Não que seja uma profissão de mulher mas não estaria muito vocacionado (risos).E se um filho seu um dia quisesse aprender ballet?Ainda não sou pai mas se um dia um meu filho quisesse aprender ballet não veria mal nisso. Há o estereótipo de que um homem bailarino é homossexual, o que é falso. Basta olhar para os bons profissionais. O melhor bailarino do mundo é Joaquim Cortez e tem a masculinidade bem vincada. Conseguiria viver sem telemóvel?Sim. Muitas vezes deixo o telemóvel esquecido no carro ou em casa. Uso a agenda para marcar os compromissos mas não estou muito dependente. Não estou constantemente a ver se tenho uma mensagem ou uma chamada.Se pudesse o que diria a Passos Coelho?Que as políticas que estão a ser implementadas não são as mais correctas para o país. Estamos a servir um pouco de cobaias da Europa. Era importante que a carga fiscal fosse aliviada. Um quarto do preço de um qualquer produto é IVA. Não há consumo e sem consumo não há produção. Gera-se um ciclo vicioso.Onde é que o Estado deveria cortar?Deveria renegociar os contratos com as empresas público-privadas, os negócios com lusopontes, brisas e outros. São empresas favorecidas e quem está à frente dessas empresas teve já um cargo político. Falo de todos os partidos. É um vício da sociedade e parece que é para todos uma coisa normal. Nós é que saímos prejudicados….

Mais Notícias

    A carregar...