uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Comissão de geminação de Alpiarça renuncia ao mandato

Líder da comissão, que é também presidente da assembleia municipal, renunciou ao cargo evidenciando mais uma vez divergências com o presidente da câmara.

Edição de 26.09.2012 | Política
O presidente da comissão de geminação do município de Alpiarça, Mário Santiago (independente eleito pela CDU), que também é presidente da assembleia municipal, renunciou ao cargo. Após o anúncio da sua demissão, feito na última assembleia municipal, os restantes membros da comissão, João de Brito (PSD), Graciete Brito e Paulo Sardinheiro (ambos do PS) mostraram-se solidários com Mário Santiago e também colocaram o seu lugar à disposição.Mário Santiago justificou a sua decisão com a “falta de interesse demonstrada ultimamente” pela câmara municipal que culminou com a não participação da cidade francesa com quem Alpiarça é geminada (Champigny-Sur-Marne) na 30ª edição da Alpiagra, como estava previsto, e com o facto dos franceses estarem à espera do convite formal por parte da autarquia, o que não aconteceu.“Esta não é uma decisão que me orgulhe mas entendo que é a única que salvaguarda o interesse de todos e muito em particular o interesse municipal, visto que não é aceitável a existência de qualquer dotação orçamental para uma comissão que não consegue apresentar quaisquer resultados, não obstante sermos alheios a tal facto”, criticou Mário Santiago. Graciete Brito (PS) também se mostrou surpreendida e desiludida com o facto da comitiva francesa não ter visitado a Alpiagra, como estava previsto. A deputada socialista compreende a tomada de decisão de Mário Santiago e realça que a comissão deu o seu melhor dentro das possibilidades. Outra voz critica foi a do deputado João de Brito (PSD) que lamenta a falta de comunicação existente neste caso. O eleito contou ainda que tratou de tudo para a vinda de dois ciclistas de Champigny-Sur-Marne a Portugal para participar na Mini Volta a Portugal e soube que eles afinal não vinham por acaso. “Para surpresa minha não soube que os ciclistas não vinham pela autarquia mas sim por outras pessoas que não estavam ligadas à organização. Fiquei muito mal visto perante a organização da prova”, lamentou.Presidente da câmara lamenta falha de comunicaçãoO presidente da Câmara de Alpiarça, Mário Pereira (CDU), discordou da decisão de Mário Santiago e garante que a autarquia, desde a primeira hora, tem apoiado esta geminação. Mário Pereira refere que a vinda de uma comitiva de Champigny-Sur-Marne não se concretizou por questões práticas uma vez que o executivo municipal esteve muito ocupado com a organização da Alpiagra.O autarca lamentou não ter comunicado ao presidente da assembleia municipal a decisão de “adiar” a vinda dos franceses. Mário Pereira garantiu ainda que o executivo municipal vai tratar de tudo para que uma comitiva de Champigny-Sur-Marne venha a Alpiarça no próximo ano para comemorar o 25 de Abril. Mário Pereira demonstrou ainda total confiança e interesse em continuar com os mesmos membros que fazem parte da comissão de geminação.

Mais Notícias

    A carregar...