uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Manifestação “Que se lixe a Troika” em Santarém com menos adesão que a de Setembro

Manifestação “Que se lixe a Troika” em Santarém com menos adesão que a de Setembro

Edição de 06.03.2013 | Sociedade
Algumas centenas de pessoas participaram na tarde de sábado, 2 de Março, na manifestação em Santarém organizada pelo movimento “Que se lixe a troika”. A concentração deu-se junto ao centro de emprego, onde se realizou uma tribuna pública em que vários cidadãos usaram da palavra. O cortejo percorreu depois várias ruas da cidade até terminar no Largo do Seminário. “FMI fora daqui”, “O povo unido jamais será vencido” e “A luta continua, Governo para a rua” foram algumas das palavras de ordem contra as políticas do Governo gritadas pelos cerca de 500 manifestantes. Um número menor do que o que se registou na manifestação de Setembro. Entre os manifestantes encontravam-se o deputado comunista António Filipe e diversos autarcas e dirigentes locais e regionais da CDU, do Bloco de Esquerda e do PS. Várias crianças integraram o desfile acompanhadas pelos pais, embora também se ouvissem queixas pela pouca participação da juventude nesta acção de protesto.A canção da moda, “Grândola, Vila Morena”, não podia faltar e foi entoada pelos manifestantes junto à estátua de Salgueiro Maia. A polícia acompanhou o desfile, que decorreu de forma pacífica sem que se registasse qualquer incidente.
Manifestação “Que se lixe a Troika” em Santarém com menos adesão que a de Setembro

Mais Notícias

    A carregar...