uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Centro de Acolhimento do Tejo em Abrantes tem capacidade para 300 pessoas

Centro de Acolhimento do Tejo em Abrantes tem capacidade para 300 pessoas

Presidente da câmara promoveu visita a obras em curso no concelho

Espaço de campismo e caravanismo terá capacidade para acolher 300 pessoas e já devia estar concluído há dois anos mas problemas financeiros da construtora protelaram a empreitada. Mercado do Tramagal também vai reabrir em Junho.

Edição de 28.05.2014 | Sociedade
O Centro de Acolhimento do Tejo, em Rossio ao Sul do Tejo, no concelho de Abrantes, será inaugurado no dia 14 de Junho, feriado municipal. Resultado da ampliação e reordenamento do antigo parque de campismo, este espaço inclui um núcleo de interpretação constituído por equipamentos interactivos que pretendem ajudar a conhecer a região e o rio desde a sua nascente até à foz.Visando o apoio de todas as actividades organizadas em torno do rio, como o desporto, os tempos livres, a cultura e o contacto com a natureza, o centro tem capacidade para acolher 300 pessoas num ambiente que permite aproveitar as condições criadas pelo espelho de água ali existente. A empreitada foi adjudicada por 948 mil euros.O recinto possui áreas multifuncionais como área de acampamento e área para autocaravanas, sala de convívio, esplanada, cafetaria, parque infantil e área para desportos livres. “É um projecto simples de betão mas que tem um enquadramento fantástico”, disse Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Abrantes, durante uma visita a essa e outras obras no concelho, realizada no dia 20 de Maio.A empreitada, que contou com o apoio financeiro do FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, deveria ter sido concluída nos primeiros meses de 2012 mas por problemas financeiros da construtora a sua finalização foi adiada por duas vezes.Mercado do Tramagal reabre portas em JunhoPara finais de Junho está também prevista a reabertura do Mercado Municipal de Tramagal, numa altura em que o Tramagal assinala o 260.º aniversário da sua elevação a freguesia. Totalmente requalificado, interior e exteriormente, o recinto sofreu obras de limpeza, reparação e pintura, bem como construção de acessos para pessoas com mobilidade condicionada. O investimento total rondou os 200 mil euros.A cargo da Junta de Freguesia do Tramagal, a obra, que está praticamente concluída, foi financiada pelo PRODER (Programa de Desenvolvimento Rural do Continente) e contou com o apoio da Câmara Municipal de Abrantes na reabilitação do espaço exterior. O espaço vai ser polivalente, funcionando como mercado diário e como palco para outras actividades.Durante a visita promovida pela Câmara de Abrantes ficou-se a saber que já se encontram concluídas as obras de requalificação do Cemitério dos Cabacinhos, junto ao Hospital de Abrantes, e decorrem as construções do Mercado Diário de Abrantes, da Unidade de Saúde Familiar e da Estação de Canoagem de Alvega.Estão ainda a ser requalificados o edifício do antigo escritório principal da Metalúrgica Duarte Ferreira, que será transformado no Núcleo Museológico de Tramagal, e a Estrada Nacional 118 na freguesia de Alvega. Também decorrem obras na estrada entre a freguesia da Bemposta e a freguesia de Vale das Mós.Em visita às obras municipais que estão a ser desenvolvidas no concelho de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque indicou ainda que estas acções “pretendem contribuir para um ciclo de investimentos que vai de encontro ao Programa Portugal 2020”, com uma aposta na parte social, económica e desportiva.
Centro de Acolhimento do Tejo em Abrantes tem capacidade para 300 pessoas

Mais Notícias

    A carregar...