uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Unesco retira Santarém da lista de candidatos a património da humanidade

Edição de 08.06.2016 | O MIRANTE dos Leitores

Um estrondoso revés para os políticos e técnicos da Câmara Municipal de Santarém. A decisão da Unesco, que já tinha chumbado em 1996 uma outra candidatura de Santarém, no âmbito do Centro Histórico, é a passagem de um atestado de incompetência a quem promoveu as candidaturas.
O senhor presidente da câmara devia calar-se e aprender, mas ao invés disso decide atacar os responsáveis por aquela organização das Nações Unidas, o que não abona mesmo nada a seu favor.
As pessoas têm que se convencer que Santarém é uma cidade desprezada, desmazelada e só quem nunca saiu da mediocridade destes ares é que pode pensar que a Unesco está de má-fé.
Não basta pôr umas placas na auto-estrada com Santarém Capital do Gótico para Santarém ser a capital do gótico. Não basta encher o peito de ar e dar-se ares para fazer aprovar uma candidatura a património da humanidade. Santarém tem monumentos mas isso não chega, como se viu.
Estamos no tempo dos likes no Facebook e há muita gente que pensa que bastam uns cliques para se ter talento e ser estrela. Estamos num tempo desgraçado onde qualquer autarca se arroga o direito de lançar suspeitas sobre uma organização insuspeita.
O senhor Ricardo Gonçalves, presidente da Câmara de Santarém, que é tão lesto a ameaçar com tribunais quem lhe faz o mesmo, devia mesmo estar caladinho. Muito, muito caladinho!
Fernando de Carvalho

Esqueçam, esta candidatura não faz sentido. Quem quer que passe no centro histórico de Santarém, arruinado e abandonado, percebe que não há a mínima hipótese desta ideia seguir em frente.
D.X.

Surpreendido? Porquê? Já olhou bem para o que aconteceu a Santarém de há uns anos para cá? Voltei depois de uns anos por outros lugares e o que vi é desolador. Ruínas, lixo, uma alteração anormal da cidade mas para pior. Trânsito e estacionamento desgovernado. Uma cidade morta, sem nada. Faça alguma coisa para ter Santarém de volta e não fique tão admirado. A cidade está a morrer e é preciso salvá-la!
Manuela Rebelo

É bom começar a acordar. Veja, escute, olhe e aprecie quem tem à frente da autarquia. Uma nulidade e uma mentira pegada, Santarém nestes últimos 4 a 5 anos regrediu 20 anos e não sei onde irá parar. Façam uma visita ao centro histórico, salvo seja e vejam o piso das ruas e as lojas fechadas. Andaram a brincar aos paralelepípedos mal colocados. O presidente havia de lá andar a pé, pelo menos duas vezes ao dia, a ver se aprendia que não é assim que se governa uma cidade.
António Coelho

Mais Notícias

    A carregar...