uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
A frescura do concelho de Abrantes entre o Zêzere e o Tejo

A frescura do concelho de Abrantes entre o Zêzere e o Tejo

Edição de 20.07.2016 | Especial Férias

A câmara municipal de Abrantes não perde uma oportunidade de reforçar a sua ligação aos rios Zêzere e Tejo a todos os níveis. Algumas das vertentes a que tem sido dada atenção são o do desporto de natureza, o lazer e o recreio e a protecção do ambiente, não esquecendo a parte científica. Destacam-se aqui, com recurso a informações oficiais, alguns dos locais preparados para receber visitantes.

Praia Fluvial da Aldeia do Mato
A Al­bu­feira de Cas­telo de Bode tem-se re­ves­tido de par­ti­cular in­te­resse por parte da Câmara Municipal de Abrantes e ou­tras en­ti­dades, mul­ti­pli­cando-se as ini­ci­a­tivas no sen­tido de, não só va­lo­rizar/po­ten­ciar as fre­gue­sias que com ela con­finam, como de im­ple­mentar a cri­ação de es­paços lú­dicos e de lazer, in­cre­men­tando o po­ten­cial tu­rís­tico das mar­gens do Zê­zere.
É neste con­texto que surge o Parque Náu­tico de Re­creio e Lazer, im­plan­tado na lo­ca­li­dade de Al­deia do Mato, um es­paço des­ti­nado a ac­ti­vi­dades náu­ticas e de re­creio. Neste parque são re­a­li­zadas provas de des­treza, pers­pi­cácia e sa­be­doria, em pleno con­tacto com a na­tu­reza, onde po­derá sim­ples­mente des­frutar do ex­ce­lente am­bi­ente na­tural en­vol­vente.
O Parque Náu­tico dispõe das se­guintes infra-es­tru­turas de apoio aos seus uti­li­za­dores: pis­cinas flu­tu­antes, cais de acos­tagem, equi­pa­mento para a prá­tica de des­portos náu­ticos, per­cursos flu­viais, bal­neá­rios, bar e bun­ga­lows.
Ho­rário dos equi­pa­mentos (alu­guer)/bar: 1 Maio a 31 Ou­tubro de 2ª a 6ª das 14h00 às 20h00 e Sá­bados, Do­mingos e Fe­ri­ados das 10h00 às 20h00.

Estação de Canoagem de Alvega
Situada junto do Rio Tejo, esta zona de recreio e lazer de Alvega dispõe de condições criadas para a prática de canoagem e vólei de praia. Para além disso, possui as seguintes infra-estruturas de apoio aos seus utilizadores: chuveiros, instalações sanitárias e cafetaria.
Contactos - Casa do Povo de Alvega - Telemóvel: 91 952 35 63; e-mail: cpalvega@gmail.com.

Parque Tejo
Em Junho de 2014 foi inaugurado o novo centro de acolhimento e interpretação do Tejo, ou Parque Tejo, que resulta da ampliação e transformação do antigo parque de campismo do Rossio ao Sul do Tejo. O Parque Tejo está agora vocacionado para servir de apoio a actividades como o campismo, o desporto náutico, os tempos livres, a cultura, o lazer e o contacto com a natureza.
O Parque Tejo tem uma área para acampamentos e outra para autocaravanas e caravanas, sala de convívio, esplanada, cafetaria, parque infantil e um espaço para desportos livres, tendo ainda um núcleo de interpretação com equipamentos interactivos que pretendem ajudar a conhecer a região e o rio Tejo, desde a sua nascente até à foz.
Grande Rota do Zêzere
Os 370 Km de extensão da Grande Rota do Zêzere percorrem 13 concelhos, entre os quais Ferreira do Zêzere, Abrantes e Constância. O percurso desta Grande Rota foi projectado para ser multimodal, podendo ser feito a pé, de bicicleta ou de canoa. Assim, pode realizar-se de forma contínua e encadeada, por troços ou mesmo em circuitos multimodais, recorrendo a mais do que uma disciplina. Para este aspecto contribui o carácter inovador das 13 Estações Intermodais existentes ao longo do percurso. Instaladas em locais próximos do rio, as Estações Intermodais são estruturas multifuncionais de apoio, que permitem aos utilizadores da rota alternarem o modo de locomoção ao longo do itinerário (pedestre, BTT e canoa), sem necessidade de sair do percurso para trocar o equipamento utilizado, ou seja, bicicletas e canoas.

Grande Rota Caminho do Tejo
O Caminho do Tejo é um percurso GR (Grande Rota) linear, com cerca de 45 km, ligando Constância a Alvega, no extremo Este do concelho de Abrantes. O traçado, marcado nos dois sentidos, acompanha o rio Tejo e desenvolve-se maioritariamente em caminhos agrícolas e florestais de terra batida. A paisagem é marcada pelos extensos campos agrícolas que ocupam os terrenos mais planos e férteis e por olivais e algumas florestas de sobreiros e eucaliptos nas encostas mais declivosas, assumindo-se nitidamente como uma zona de transição entre a Beira Baixa e o Ribatejo. A riqueza patrimonial denuncia a importância estratégica que o rio sempre teve ao longo dos tempos, materializada nas estações arqueológicas, edifícios de quintas, cais de acesso ao rio e outras edificações que aqui existem.

A frescura do concelho de Abrantes entre o Zêzere e o Tejo

Mais Notícias

    A carregar...