uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Esta democracia opaca que não mostra os relatórios da APA sobre os poluidores

Edição de 11.08.2016 | O MIRANTE dos Leitores

Li agora mesmo no site de O MIRANTE que a empresa Silicalia, com sede no Pego, Abrantes, poluiu uma linha de água que tem ligação ao Tejo e terrenos em Maio deste ano. A notícia é baseada numa resposta a questões colocadas ao Governo por uma deputada do PCP. Diz quem respondeu às perguntas: “Em acção de fiscalização realizada pela Administração de Região Hidrográfica do Tejo e Oeste (ARH Tejo e Oeste), serviço desconcentrado da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a 27 de Maio, foi constatada a descarga de águas residuais industriais para o solo e linha de água. Foi elaborado o respectivo auto de notícia pela constatação da descarga sem a respectiva licença de utilização de recursos hídricos”.
A minha observação tem a ver com a opaca transparência da nossa democracia. Esta informação nunca teria pública divulgação se a deputada não tivesse feito as perguntas. E no entanto deveria ser obrigatória a publicação dos relatórios da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) relativos a questões de poluição.
O problema não é da APA. É de quase todos os organismos públicos e órgãos de poder. Todos têm sites para nos atirar aos olhos com propaganda e mais propaganda. Quanto a informação útil para o cidadão...está bem abelha?! Se nem sequer as actas das reuniões dos executivos municipais são divulgadas e as que são divulgadas, com meses e meses de atraso, omitem informações que permitam aos cidadãos inteirarem-se do que é discutido e decidido...
Joaquim Vitorino Pancinha

Mais Notícias

    A carregar...