uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Pai obrigado a destruir campa da filha no cemitério de Santarém

Edição de 11.08.2016 | O MIRANTE dos Leitores

Os “burrocratas” e funcionários municipais e públicos em geral, que procedem como procedeu a funcionária que fez a notificação para os pais relativamente à retirada dos elementos da campa, não vão perceber que não foram contratados para vender melões nem para gerirem as suas vidinhas mas para servirem os cidadãos e a sociedade em geral. Eles sabem que não podem ser despedidos por muito que nos espezinhem e massacrem e agindo impunemente podem fazer tudo o que lhes der na real gana. Por vezes são agredidos ou ofendidos, é verdade mas por muito injusto que isso seja, porque ninguém deve fazer justiça pelas próprias mãos, não se compara com as injustiças que essa minoria de funcionários pratica diariamente sem qualquer castigo. Vá lá que desta vez os insultados se limitaram a descarregar a sua revolta nas pedras da campa da sua querida filha.
Jorge

Mais Notícias

    A carregar...