uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Falta de medalhas no Colete Encarnado

Falta de medalhas no Colete Encarnado

Edição de 12.07.2017 | O MIRANTE dos Leitores

Venho pelo presente, a pedido do meu pai, Rogério Paulo Costa Charrua Caldeira, manifestar o seu desagrado pelo que ocorreu no desfile que se seguiu à homenagem ao campino no dia 01/07/2017 em Vila Franca de Xira.
No referido dia, tal como manda a tradição, várias amazonas, apaixonados pela terra e pelas suas comemorações fizeram-se deslocar de diversos pontos do nosso país, para participarem na homenagem ao campino e no desfile que se segue. Vestidos a rigor, orgulhosos dos seus animais, felizes por poderem contribuir para a festa e dali estarem e fazerem parte desta enorme festividade, debaixo de um calor avassalador que em nada os incomodava, aguardavam após a homenagem que lhes fosse entregue a medalha simbólica de participação, o que não veio a suceder.
Verificou-se que, à semelhança do que ocorreu no Colete Encarnado de 2016, as medalhas não chegaram para todos e que, só aqueles que reclamaram, para não chamarem a atenção dos demais, foram “premiados” com a referida medalha, como foi o caso do meu pai.
Este ano, a organização da festa voltou a cometer o mesmo erro, mas desta feita nem os protestantes foram premiados.
Foi o Sr. Presidente Alberto Mesquita chamado à atenção para esse facto que referiu que iria registar a reclamação... Mas como lhe disse o Sr. Rogério Charrua, o meu pai, e é bem verdade, irá ser registado no livro dos esquecidos. No mandato da D. Maria da Luz Rosinha nunca tal tinha acontecido. Não é pelo valor da medalha é pelo que ela representa: representa a participação de um aficionado, participação de amazona, de um curioso, representa a participação de um apaixonado pela terra que se desloca de diversos pontos do País, uns de mais perto outros de bem longe, para colorir a festa do Colete Encarnado. Aquela medalha que não tivemos é entregue por mim como um OBRIGADA por terem vindo à minha terra.
Juliana Charrua

Falta de medalhas no Colete Encarnado

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido